10 de Novembro: Dia Nacional de Prevenção a Surdez

DNOalerta

Você já ouviu falar no Dia Nacional de Prevenção a Surdez? Pois é, este dia 10 de novembro, foi escolhido para conscientizar a população ouvinte sobre a importância de cuidar bem da audição.

Porque muita gente não sabe que nem toda pessoa com deficiência auditiva nasceu assim. Uma boa parte adquiriu a deficiência ao longo da vida. Seja por acidente, por exposição excessiva a ruídos, seja por sequelas de doenças que poderiam ser tratadas ou evitadas.

E, apesar de eu fazer campanha pelo uso de próteses e implantes auditivos, tenho certeza que qualquer pessoa que possa escolher entre preservar a audição e remediar a perda, irá preferir preservá-la.

Então, como cuidar da nossa audição, para que ela permaneça intacta ao longo da vida, nos dando acesso natural a toda a poesia e trilha sonora que a vida nos oferece a cada instante?

  • Evite ambientes com ruído excessivo, especialmente por tempo prolongado.
  • Utilize sempre os acessórios de proteção auditiva que o seu trabalho oferecer para você. Não ache que é frescura desnecessária. A lei exige equipamenos de proteção, porque sabe dos riscos que o ruído oferece à audição das pessoas.
  • Evite ouvir música em volume muito alto, especialmente com fones de ouvido, que prejudica a sua audição a médio prazo.
  • Em casos de infecção de ouvido, procure um médico especializado e faça o tratamento indicado com seriedade. Infecções de ouvindo, especialmente de repetição, são riscos potenciais de perda auditiva sim. Automedicação então, nem pensar!
  • Se você perceber qualquer alteração na sua audição – por exemplo, notar que está precisando aumentar o volume mais do que o normal – procure um médico especialista. Pode ser que não seja nada grave (acúmulo de cera, por exemplo), mas pode ser que seja algo que requer intervenção. Quanto mais cedo, melhor.
  • Cuidado com objetos pontiagudos ou cotonetes na região da orelha. Esse tipo de objeto pode empurrar a cera para o tímpano ou até perfurar a membana timpânica, o que pode afetar a sua audição.

E, lembre-se, ouvir é um privilégio que a biologia te deu. E qualquer dádiva recebida merece ser bem cuidada. O maior beneficiário desses cuidados é você mesmo, portanto, mãos e ouvidos à obra!

Beijinhos sonoros,

Lak

1 palpite