Amo Steve Jobs – por Raul Sinedino

Sabe o que é amizade, pra mim? É poder compartilhar e sentir junto com o outro….

O texto de hoje não é meu, embora eu tenha sido parte integrante deste acontecimento – por acaso, talvez, mesmo que eu não acredite no acaso!

Dessa vez, quando me vi com o coração quase explodindo de emoção, os olhos marejados pelas lágrimas difíceis de segurar, nem foi por mim. A melhor parte da minha aventura de resgate ao som é ter tanta gente especial para dividir as conquistas. Só que, agora, eu fui parte da conquista de outra pessoa e, nessas horas, eu compreendi o que muita gente sente quando lê este blog…

Amo  Steve Jobs

*Raul Sinedino

Conversar pelo facetime – uma novidade do Iphone 4—pode ser banal para as pessoas acostumadas a falar ao telefone, mas é uma verdadeira revolução na vida dos surdos oralizados.  A primeira “ligação” entre dois deles foi de uma emoção especial. Os dois falam e fazem leitura labial, mas sempre dependeram de alguém para resolver coisas rotineiras que complicam bastante a vida  de quem não tem o recurso quebra galho do telefone. Por exemplo, desbloquear  cartão de crédito. Os atendentes do outro lado exigem falar com o titular. Outra via crucis é cancelar um plano de telefonia. Só o titular pode fazer isso.  Só na hora de  solicitar o serviço, a exigência cai, liberam na hora, sem qualquer preocupação se falam com o dono da linha, ou não. Quem ouve também pode telefonar para alguém e contar qualquer bobagem, o que é muito bom. Nós, surdos, nunca pudemos.

Num passe de mágica, a invenção de Steve Jobs acabou com a dependência e o aprisionamento emocional dos surdos.  Ou quase. O preço do Iphone cobrado aqui no Brasil é muito alto, devido aos impostos. Nos Estados Unidos, a operadora AT & T cobra U$ 199 dólares ( R$ 340). Aqui, o preço ainda gira em torno de R$ 1.200, o que impede que parentes e amigos próximos de pessoas surdas se comuniquem com elas. Outro entrave é o fato de ser necessário a rede wi-fi  para falar através do facetime. Não funciona em 3G. Mas, Steve Jobs já é idolatrado pelos pessoas com deficiência auditiva até pelo que já promete: a videochamada em 3G.

Eu intuía a pequena revolução que o Iphone 4 iria me proporcionar. Por isso, nem me importei com o custo de fazer um plano Iphone, no qual está incluído pagar por  400 minutos de conversa que nunca vou ter, R$ 1.149 pelo aparelho e R$ 250 de mensalidade. Não me enganei. Moro em Porto Alegre e, hoje, recebi minha primeira ligação na vida. Era uma amiga surda, residente de São Paulo, querendo compartilhar o seu estado de graça pela compra do Iphone. O marido ouvinte sentia a falta de falar com ela ao telefone, por isso foram os dois resolver o problema, comprando o aparelho.

Confesso que fiquei sem reação durante a minha primeira videochamada.  Não sabia se chorava ou se continuava a conversa. Não sabia nem como reagir, o que fazer ou responder, porque jamais falei desse jeito com ninguém ao telefone. Muita coisa passava minha cabeça – a briga cotidiana, desde criança, por autonomia, principal motivo de estresse entre os surdos.  Pelo menos, dos que falam, fazem leitura labial e estão inseridos na sociedade ouvinte, mas se deparam com muitas barreiras, na maioria das vezes apenas criadas pela falta de bom senso de algumas empresas e órgãos governamentais ou de uma política voltada às necessidades específicas de uma  nova geração de surdos —  oralizados e implantados.

O Steve Jobs deve achar apenas que, mais uma vez, foi responsável por um avanço na tecnologia. Com certeza, jamais irá saber da pequena revolução pessoal que  provocou na vida de dois surdos brasileiros no dia 20 de setembro de 2010. Sem qualquer exagero.

*Engenheiro químico e surdo desde o nascimento

Beijinhos sonoros,

Lak

45 palpites

  1. Raul disse:

    Ainda estou impactado e ontem não consegui dormir direito. Coisa de louco. São essas pequenas coisas que fazem a vida valer a pena. Obrigado pela emoção de ontem e por divulgar meu texto aqui no seu excelente blog.

    Beijos! 😀

  2. rtfashion disse:

    Parabéns!!! fico feliz em saber desta “pequena” vitória e quanto isto é importante. Uma pena realmente os altos custos e as operadoras não terem uma política de sensibilidade e não oferecer por um preço mais accessível esta oportunidade a outros deficientes auditivos.

  3. Maurí Luiz Bessegatto disse:

    Raul, metade de mim é emoção e a outra razão. Fiquei emocionadíssimo em ler a sua matéria e um pouco de minha razão me diz que estamos num momento revolucionário ao universo dos sentidos da audição. Obrigado por socializar sua emoção. Um abraço com tilintar de taças de champanhe

  4. Mariana disse:

    Que perfeito isso! 😀 Fiquei imaginando a cena… muito emocionante! Eu odiava telefone (quando era mais birrenta, rs), porque não via rosto, apesar de que eu conseguia entender no telefone, pelo menos boa parte. Hoje, ainda consigo, sem AASI, mas muito pouco. Requer muita paciência…

    Era bom as operadoras criarem um plano especial pra gente, mas isso tá meio distante, né?

    Bjo 😎

  5. Maíra disse:

    Fiquei curiosa: como é exatamente essa comunicação? Q recurso é esse do iphone? Eu tenho o nokia e71 q tb oferece comunicacao via vídeo.
    beijinhos

  6. Rogério disse:

    Lak, desculpe a ignorância, mas como funciona esse aparelho?

  7. Drauzio Antonio Rezende Junior disse:

    Lak:
    Fantástica a experiência do Raúl! Finalmente o futuro de Os Jetsons chegou! Quantas vezes pensei “por que não inventam o video-fone, resolveria o meu problema”. E não só o meu, mas o de muitas outras pessoas.

    Estava pensando seriamente em comprar o Iphone 4 por conta da diversidade da plataforma – programas para o sistema operacional. Tinha visto sobre o recurso da video-chamada mas achava que não conseguiria usá-lo, pois pensava: “para quem vou ligar?” Pois li pesquisas que dizem não são todas as pessoas que aceitariam falar por video-chamada.

    Mas me conte: é simples fazer a video-chamada? O telefone é bom mesmo?

    Abraços.

  8. Raul disse:

    Maíra, é bem como a Lak disse. Você consegue fazer videochamada por Wi-fi com qualquer pessoa que tenha iPhone 4 e é achei excelente pra fazer leitura labial. Já falei com a Lak 3 vezes e entendo tudo praticamente por LOF. Basta ligar pra pessoa por facetime que a conexão é estabelecida.

    Por enquanto, o facetime é somente por Wi-fi mas um amigo meu disse que pode fazer por 3G se fizer o jailbreak que muitos fazem para poder instalar aplicativos piratas. Mas tenho duvidas se facetime por 3G terá a mesma qualidade do facetime por wi-fi.

  9. SôRamires disse:

    que bom ver a alegria e facilidades que esses aparelhinhos podem nos trazer.
    eu sou meio atrasadinha no uso das novas tecnologias mas fico feliz que exista…agora é batalhar para que esses preços sejam mais acessíveis.
    Parabéns ao Raul pelo texto. Obrigada Lakita por divulgar essas maravilhosas novidades.

  10. Kali disse:

    UAU!!!!! 😮

    Vcs são incríveis!!!!!

  11. Leila disse:

    Mas que maneiro!!!! Recebi um e-mail do Raul com o título “Emoção” e o link do blog…
    Uma vez liguei pro Raul (por tel mesmo) e ouvi um alô e ele tb ouviu um alô… Depois só dava pra ouvir risadas kkkkkkkk…… 😈

  12. Raul disse:

    hahaha Leila! Nem me lembrava mais dessa ligação…que coisa boa! Me lembro que ri muito.

  13. Leila disse:

    Um dia terei! É gostoso falar com o Raul sim… Ele e aquela risada haha…

  14. Diana disse:

    Ai q lindoooo relatooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!! Daria tdo pra ver a carinha dos 2 tagarelando todos prosas no cel… Apesar de eu conseguir entender no meu cel normal, dá vontade de ter um iphone só pra poder flar com vcs… KKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!! Bjos e parabénsssss!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. Drauzio Antonio Rezende Junior disse:

    Lak:

    Entra na páginada revista MacWorld
    http://macworldbrasil.uol.com.br/noticias/2010/09/21/depoimento-surdo-usa-iphone-4-e-conversa-pela-primeira-vez-via-celular/

    Veja que é o depoimento que o Raúl te deu transcrito. Menina, você está podendo, hein!

    Abraços!

  16. Marcela Cordeiro disse:

    Eu achei maravilhosa essa novidade!
    E sinto o mesmo que o Raul descreveu, é maravilhoso ver que tem pessoas como Steve Jobs, que fazem maravilhas com a tecnologia, mas nem tem idéia do quão gratificante é para nós surdos podermos usufruir dessa ferramenta, que nos dá qualidade de vida, muito bom!

  17. Elaine disse:

    Lak !
    Toda semana eu dou uma passadinha aqui,para ler os seus post,e fico maravilhada com as novidades que você sempre trás.
    Estou com uma dúvida e como sei que você é nota 10 nesse assunto,acredito que você possa me ajudar.
    Eu tenho perda auditiva causada pela otoesclerose (doença degenerativa do aparelho auditivo)minha fonoaudiologa me disse que devido a osteogênese imperfecta minha perda tende somente a agravar e aos poucos não mais escutarei nada.
    Com o aparelho auditivo eu escuto muito pouco,tenho muitas dificuldades fico tentando pescar os sons é até engraçado, minha perda é nos dois ouvidos.
    Então em nossa ultima conversa,comentei com ela sobre o uso do IC,quando chegar o dia em que nem o aparelho irá me ajudar ,mais achei muito estranho ela não quis detalhar muito sobre essa possibilidade.Ela falou e falou e eu não entendi nada.Insisti mais um pouco para tentar entender,mais a principio todas as respostas eram negativas ao uso do IC,ela sugeriu que eu treinasse leitura labial,ou aprendesse a linguagem dos sinais e eu resolvi não mais questionar ,não queria ser chata kkk.
    A minha pergunta parecia tão direta eu simplesmente gostaria de saber se há restrições quanto ao uso do IC,quem pode ou não pode optar pelo uso de ser implantada.Será que daqui uns anos eu poderia?
    Será que eu poderia usar?
    Estava pensando,sei lá talvez esteja falando uma grande besteira,se sim por favor me corrija…Mais acho que se as coisas continuarem realmente como estão cada dia que passa me sinto mais surda e aos poucos vou percebendo que o aparelho já não contribui tanto,daí pensei será possível um implante de IC ?
    Eu poderia ficar sem ouvir qualquer coisa nesse mundo,menos as historias e as vivencias emocionantes da minha gatinha,que são meus momentos mais preciosos,então enquanto ainda consigo ouvir um pouquinho mesmo que com dificuldades,vou buscando uma ajuda.
    Preciso de um Help miga!
    Beijokas Iluminadas.

    Ah!!!! já ia esquecendo:
    (Sabe o que é amizade, pra mim? É poder compartilhar e sentir junto com o outro….)
    Essa frase mostra o tamanho da sua Grandeza,da sua luz.
    Beijos

    • laklobato disse:

      Elaine, vamos por partes…
      Primeiro, que existe um preconceito IMENSO dos profissionais de audição que não são bem informados quanto ao Implante Coclear. Até de médico, que deveria saber, se ouve abobrinha. Se você quer saber sobre o IC, não adianta falar com quaquer fono ou otorrino, muitos não sabem. Para saber, é mais facil procurar um profissional especializado que, inclusive, não está restrito às lendas sobre essa tecnologia que vigoram por aí.
      O Implante Coclear restringe muito pouco a vida do usuário. Mas, é claro, temos pequenas restrições sim: Evitar esportes radicais ou atividades fisicas que possam causar pancadas bruscas na cabeça (leia-se praticar boxe profissional, por exemplo). Mergulho autônomo – com cilindro – a gente só pode chegar até 25 metros de profundidade, porque abaixo disso a pressão pode prejudicar a parte interna. Evitar campos eletromagneticos como microondas em uso (embora, nesse caso, o maximo que possa acontecer é desprogramar o aparelho e vc ter que programar de novo com sua fono de mapeamento). Fora isso, você tem uma vida normal. E, lembre-se, a surdez por si só já nos restringe. O IC não apenas ocasiona algumas restrições, como nos permite sair da clausura silenciosa, é uma troca e que, pelo menos na minha opinião, compensa DEMAIS!
      Sei que o IC é indicado em alguns casos de otosclerose sim. Mas, quanto à osteogenes imperfecta, eu preciso confirmar. Não acho que seja uma restrição, mas não posso te dar um parecer de especialista, só um médico saberia te passar essa informação de forma correta.
      No mais, o IC é um espetáculo que me permite uma nova percepção do mundo, que vale MUITO a pena!!
      Beijinho e fique a vontade para perguntar o que precisar!

  18. Eliane Lobato disse:

    Que emoção e tem horas que as palavras não são suficientes para expressar o sentimento. Que lindo esse encontro de vcs no Iphone, bendita seja a tecnológia!!! que cada vez mais proporciona possibilidades.
    Raul, entendo perfeitamente vc não ter dormido direito na primeira noite pós emoção, ela deve ter sido tão intensa que não estava cabendo dentro…
    e a Lak tb transbordando de emoção com essa vivência de vcs.E, eu aqui mãe intensamente feliz por vcs e por mim de poder ler esse relato acompanhar mais essa conquista. Ah tb amo e reverencio Steve Jobs! 🙂 😉

  19. Pablo disse:

    Que emocionante o relato. Não sou deficiente auditivo por isso posso apenas imaginar a emoção.

    Mas estou escrevendo por outro motivo: É POSSÍVEL USAR O FACETIME VIA 3G, SEM A NECESSIDADE DE WIFI.

    Isso é possível através de um software chamado 3G Unrestrictor. Para isso seu iphone precisa estar jailbreaked. Recomendo que deem uma pesquisada. Com isso vcs poderão conversar mesmo na rua!

    Grande abraço

    • laklobato disse:

      É, já tinha ouvido falar (embora a sua informação tenha sido mais completa, porque inclusive explica como fazer isso) mas, pelo menos a minha conexão 3G não é rápida o suficiente para evitar delays de imagem o tempo todo, o que dificultaria muito a leitura labial.
      No mais, obrigada por informar-nos a respeito.
      Abração

  20. Pablo disse:

    Ah mais uma notícia interessante para vocês.

    A versão nova do Skype para o iphone irá aceitar chamadas de vídeo. Ou seja, vcs nao estarao restritos as conversas apenas com quem tenha iphone, mas poderao falar com qualquer pessoa com um computador e webcam.

    Se somarmos isso com o 3g unrestrictor, vcs poderao falar com quase todo mundo, mesmo estando na rua.

    Abs e boa sorte

  21. Drauzio Antonio Rezende Junior disse:

    Lakita:

    O seu blog prova que está bombando mesmo e o Raúl ficou famoso com o belo relato que fez. Ele disse que queria mais alguns minutos de fama, deram para ele: o relato foi publicado na prestigiada IDGnow:

    http://idgnow.uol.com.br/telecom/2010/09/25/recurso-do-iphone-4-permite-a-surdo-conversar-pela-primeira-vez-via-celular/

    Quem faz um trabalho com amor é recompensado! Esse relato vai mostrar para muita gente novas perspectivas com o celular.
    Só para finalizar: Não sei se já te disse isso, então vamos lá: muito obrigado pelo blog e pela amizade!

  22. Leila disse:

    O Raul ainda tá com essa fama toda? hahaha

  23. Leila disse:

    Pra mim, ele tá vendo uma imagem distorcida dele hahaha

  24. Aline Moura disse:

    Ola! Lak,
    parabéns pelo blog!
    Por favor, repasse meus cumprimentos para Raul Sinedino, pelo seu artigo “Amo Steve Jobs”.
    Aproveito para solicitar autorização para publicar o artigo no site http://www.bemzen.com. Estou admirada com esta história de superação associada à tecnologia e queria dividir com os leitores do Bemzen. Autorizado, o artigo será publicado corretamente, com identificação do autor e citando o seu blog como fonte.
    Abraços, Aline.

    • laklobato disse:

      Aline,
      Da minha parte, está autorizado. Mas, vou passar seu email pro Raul, autor do texto, para ele entrar em contato direto com você. Até porque muita gente está criticando que a videochamada já existia, mas no caso do iPhone teve o diferencial de resolução da tela e da conexão ser via wi-fi e não 3G. Mas, isso ele te explica, ok? Com certeza, ele autorizará.
      Beijocas

  25. Raul disse:

    Aline Moura, será um prazer enorme ver meu texto publicado no site. Quanto mais divulgação houver, melhor!

    Um abraço!