Consulta sobre Legenda no Cinema – ANCINE

Pessoal, estou sempre recebendo reclamações sobre a falta de legenda na televisão e no cinema, que dificulta a compreensão do filme para quem tem surdez leve, moderada, profunda, etc. Mas, na hora que aviso que fomos convocados para reuniões, todo mundo alega que não pode ir porque trabalha no horário, porque mora em outro Estado e na hora do vamos ver, ninguém aparece.

Pois bem, a consulta abaixo é para ser respondida POR EMAIL. Portanto não tem desculpa para vocês não se manifestarem AGORA a respeito disso. Se a legendagem nos cinemas é importante para você, meta a boca no trombone e mande email para a ANCINE, avisando que sua vida vai acabar se você não puder ir ao cinema, porque só existem cópias dubladas e você não entende uma palavra do que dizem.

Não espere que outra pessoa resolva isso por você. Faça a sua parte, mete bronca e obrigue a ANCINE a oferecer copias legendadas dos filmes que você quer ver (inclusive cinema nacional). Se você acha que merece esse respeito, imponha a sua presença através do email e se faça ouvir!

Detalhes de como proceder:

AVISO IMPORTANTE sobre acessibilidade em salas de cinema, contemplando surdos oralizados, surdos usuários de Libras, cegos e outros grupos usuários de audiodescrição.

Essa é a hora de fazer ouvir sua voz.

Até 8 de julho.
A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem a fruição de conteúdo audiovisual por pessoas com deficiência visual ou auditiva.

A ação está prevista na Agenda Regulatória 2015-2016 da Agência e tem correspondência com a diretriz do Plano de Diretrizes e Metas para o Audiovisual que atribui à ANCINE o papel de ampliar e diversificar a oferta de serviços de exibição e facilitar o acesso da população ao cinema.

A elaboração da Notícia Regulatória foi precedida e subsidiada por um Relatório de Análise de Impacto – AIR, elaborado pela Secretaria Executiva, pela Superintendência de Análise de Mercado e pela Superintendência de Desenvolvimento Econômico da ANCINE.

O documento apresenta trechos com tarjas para preservar informações sigilosas cuja divulgação possa ser sensível aos agentes do mercado. A Notícia Regulatória ficará em Consulta Pública recebendo contribuições e opiniões dos agentes econômicos e demais interessados por um período de 90 dias.

Como participar:

Para oferecer contribuições na consulta é preciso se cadastrar no Sistema de Consultas Públicas da ANCINE. Dúvidas sobre o funcionamento do sistema devem ser encaminhadas para ouvidoria.responde@ancine.gov.br.

O conteúdo da Notícia Regulatória, assim como o Relatório de Impacto de Análise Regulatória podem ser consultados aqui, sem a necessidade de cadastro.

Regulamentação sobre acessibilidade da produção audiovisual já está em vigor.

Em dezembro de 2014, a ANCINE publicou a Instrução Normativa nº 116, que regulamenta as normas gerais e critérios básicos de acessibilidade que devem ser observados por projetos audiovisuais financiados com recursos públicos.

O documento estabelece que todos os projetos de produção audiovisual financiados com recursos públicos federais geridos pela ANCINE devem contemplar em seus orçamentos serviços de legendagem descritiva, audiodescrição e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais.

Fonte: Ancine com informações do Cultura Digital

Beijinhos sonoros,

Lak

2 palpites

  1. soramires disse:

    ENFIM divulgamos de todo jeito…vamos ver se o povo resolve participar…espero que sim.

  2. José Matera Silva disse:

    Aproveitando, nos filmes da TV aberta e TV fechada obrigatóriamente deveria ter LEGENDAS em todos filmes. As pessoas com problema de AUDIÇÃO não conseguem assistir filmes que não sejam legendados.