Cuidados com o Implante Coclear

Embora a gente fale do implante coclear ou qualquer outra prótese auditiva, como um acessório que a gente pendura no orelha e ouve através dele e é só isso,  se você prestar um pouquinho mais de atenção, percebe que nossa interação com essas tecnologias é tanta, que elas são muito mais do que um mero acessório. Implantes ou aparelhos auditivos são a ponte para a nossa qualidade de vida auditiva, que nos dá oportunidade de escutar melhor em situações onde a audição é necessária (uma aula, uma reunião, uma palestra, uma festa, etc.), algo que, inclusive, nos permite aprimorar nosso conhecimento e nos desenvolver mais como pessoas. Vai depender de como cada um aproveita o som que ouve através da prótese.

Porém, quando falamos de uma tecnologia, é importante que além da gente amar o aparelho, não deixe  de cuidar bem dela, fazendo a nossa parte.

E o que significa cuidar? Significa zelar pelo bom funcionamento, significa protegê-los de eventuais ameaças ambientais (humidade, maresia, calor, etc.), significa realizar as manutenções periódicas.

Da nossa parte, os cuidados devem ser diários, já que usamos os aparelhos diariamente. E como podemos proceder?

  • Use e abuse dos desumificadores. Umidade não é amiga de nenhuma tecnologia, porque abre precedente para ferrugem. No caso do implante coclear, ferrugem significa oxidação das peças e falência geral do funcionamento do processador. Por isso, coloque diariamente – ou todas as vezes da semana que for possível – seu aparelho no desumidificador durante a noite.
  • Se o seu desumidificador é elétrico e necessita de pastilhas de sílica gel, troque-as regulamente. Elas tem capacidade máxima de absorção de umidade, tal como uma esponja e, quando estão cheias, perdem a capacidade de absorver a umidade e o desumidificador perde sua eficiência.
  • Se você não tem um desumidificador elétrico à mão (numa viagem, por exemplo) improvise uma versão caseira, utilizando um pote com tampa hermética e sachê de sílica gel.
  • Em dias de calor, daqueles que você transpira até o último fio de cabelo, limpe sua prótese com um pano seco, antes de colocá-la para repousar no desumidificador.
  • Se você utiliza baterias recarregáveis, siga à risca as regras do fabricante (todo manual tem isso) em relação ao uso do carregador.
  • Se você utiliza baterias descartáveis, lembre-se que não é aconselhado que elas sejam colocadas no desumidificador. E que, para aparelhos auditivos, é aconselhável retirá-las do compartimento durante a noite. Como essas baterias tem uma duração relativamente grande nos aparelhos auditivos convencionais (entre 15 e 21 dias), essa medida evita que possíveis vazamentos corrompam os componentes internos do aparelho. Já para Implante Coclear, a duração é bem menor e não rola tanto a possibilidade de vazar, mas mesmo assim, não é aconselhável. Se por acaso o compartimento de pilha estiver úmido e você quiser colocar no desumidificador, tire as pilhas antes.
  • Realizar uma limpeza periódica com uma escovinha seca de cerdas macias também pode ser útil, para retirar resíduos sólidos que eventualmente grudem no aparelho.
  • Se você estiver na rua e acabar a bateria da sua prótese, não jogue-a de qualquer jeito na bolsa. Leve sempre com você um compartimento (uma caixinha, uma nécessaire) adequada para transportá-lo e mantê-lo seguro até chegar em casa.
  • Leve regularmente seu aparelho para manutenção e procure a assistência técnica autorizada sempre que houver sinais de problemas.

Tecnologias auditivas são feitas para durar o máximo possível, embora a gente saiba que elas precisam ser trocadas eventualmente, seja porque nossa perda auditiva aumenta, seja porque desenvolvem uma tecnologia mais avançada. Porém, se cuidarmos com carinho desses nossos companheiros, a vida útil deles será a melhor possível.

Beijinhos sonoros,

Lak Lobato

%d blogueiros gostam disto: