Desabafando: Plágio é crime digital!

Gente, geralmente uso o DNO mais pra contar coisas bonitas do que para reclamar.

Eu sou assim, gosto de poesia, gosto de achar o lado bonito da vida. Gosto de compartilhar, dividir e me doar. Tudo o que vivo de bom, quero que os outros possam – se assim quiserem – experimentar também.

Alias, não apenas experiências minhas, mas experiências que incentivem outras pessoas. Quantas vezes não trouxe entrevistas, relatos e textos pessoais de amigos próximos, de amigos de amigos, de gente que só conheço virtualmente, para ilustrar as páginas do DNO?

Meu blog, que alias nem é meu, é de todos nós, é uma salinha de descanso, feito para jogar conversa fora com direito a cafezinho. Tem textura de algodão doce. É o porto seguro de muita gente (essas palavras não são minhas, foram ditas por diversos leitores que são, sobretudo, parceiros de jornada).

Graças ao DNO, fui convidada para escrever em outros lugares, para contar minha história ao vivo, para fazer parte da fraternidade de implantados, que cresce a cada dia. Ele é uma parte importantíssima de quem eu sou.

Várias vezes, textos meus foram copiados para outros sites. Eu fico feliz, vou lá comentar, agradecer por espalharem minhas palavras muito mais longe do que o DNO alcança. A maioria das minhas opiniões, estou ciente, são juízo de valor, elas servem mais como conselhos do que como afirmações.

Mas hoje, pela segunda vez em pouco tempo, vi texto meu copiado na íntegra pra outros lugares, sem qualquer citação de autoria ou simples link para o texto original. Gente que se acha no direito de ‘porque achou bonito’ se apropriar das palavras de outra pessoa.

Na primeira vez, foi hardcore, porque a pessoa disse que era dela, porque ela tinha registrado em cartório. Mas, acontece que era um texto copiado com a minha autoria pra vários lugares. Inclusive, um amigo tinha a versão original em word salva no computador dele, porque foi escrito especialmente a pedido dele. Eu não quis me aborrecer, mas conversei com uma advogada e, só com essas provas, eu teria facilidade de provar SIM que o texto era meu. A revelia de outra pessoa ter registrado como dela.  Inclusive porque a minha linguagem é muito pessoal e fácil de se reconhecer. Não levei o processo a diante, porque a pessoa sumiu do mapa.

Hoje, aconteceu de novo. Só que, dessa vez, o texto estava disponível online. Esse texto meu sobre o Espaço Escuta (uma experiência subjetiva, pessoal e particular, escrita em primeira pessoa) foi copiado para outro site. Soube porque o wordpress – sistema para administrar o DNO – tem um recurso que, ao darem copy + past num texto em outro site com wordpress, ele me avisa para onde foi copiado.

Como disse, não me incomodo que textos meus sejam copiados, mas com a condição sine qua non (do Latim “sem a/o qual não pode deixar de ser”) de ser citada a autoria e haver link para o texto original. Não se trata apenas de uma questão de respeito, mas porque cópia sem citação de autoria é plágio e é um crime digital.

Reclamei lá e avisei no Facebook da situação. Vários amigos entraram reclamando sobre a copia sem citação de autoria.

Logo depois, o link foi tirado do ar e eu recebi um email mal-educado:

Prezada Lak Lobato,
Sou responsável pelo blog blablablá. A nossa intenção foi a
melhor possível, pois a idéia é sempre divulgar boas notícias e fortalecer
a causa, como no seu caso.
Não retiramos o texto diretamente do seu blog, mas sim, de um blog que
postava várias noticias interessantes e que reproduzimos.
Infelizmente, você e seus amigos, interpretaram a nossa ação de forma
errada, chamando inclusive de plágio, coisa que provavelmente você não
sabe o que é, pois plágio, é quando copiamos um texto de alguém e
assinamos como se fossemos nós os autores, e não foi o que aconteceu,
simplesmente por desconhecimento não tinhamos o seu nome para assinar.
Eu como de costume, arrumariamos o erro, pediriamos desculpas e
colocariamos o seu crédito por merecimento, mas diante de tantos e-mails
indelicados dos seus amigos, nos criticando, decidimos tirar o seu texto
do nosso blog.
Bastava nos mandar um e-mail nos comunicando a nossa falha e a autoria do
texto, que teriamos o maior prazer em arrumar, mas não foi esta a posição.
Pedimos desculpas pela falha, e comunicamos que nunca mais citaremos o seu
blog ou seus textos.
Atenciosamente

Segundo a wikipédia: “O plágio é o ato de assinar ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza (texto, música, obra pictórica, fotografia, obra audiovisual, etc) contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os créditos para o autor original.”

Fazendo de conta que eu não sei o que é plágio e que as intenções deles eram as melhores, há um pequeno detalhe: o pingback gerado pelo control C + control V dado aqui no DNO. Ou seja, não se trata meramente de um caso de plágio do mais descarado, como tem gente que não sabe que copiar e colar deixa rastros e que a pessoa que fez isso tinha SIM acesso ao nome do autor do texto, além de ter SIM acesso ao link com o texto original, de onde foi copiado.

Se por acaso eles tivessem copiado meu texto de outro site, porque não citaram o autor do site de onde pegaram? Pelo menos assim eu iria reclamar com o suposto plagiador original.O mais interessante é que há centenas de textos naquele site sem qualquer citação de autoria. Inclusive textos copiados na íntegra de veículos como a Globo. Ou seja, o DNO não foi a primeira ‘vítima’ nem a única.

Mas, o que em deixa mais abismada nessa história toda é a falta de caráter e ética das pessoas. Não basta elas errarem – errar é humano, quem não erra? – mas tentarem virar vítimas da situação que elas próprias causaram, ao se apropriar de algo que não lhes era devido. Escreverem coisas tipo “Era só você avisar que o texto era seu”. Ora bolas, copiam meu texto e EU tenho que avisar que é meu? Por que não, junto de copiar o texto já não copiam também o nome do autor e o link? E precisam resolver isso ameaçando me banir do site deles? Como se o DNO dependesse do site deles, quando na verdade o site deles depende de notícias plagiadas?  Não seria muito mais fácil pedir desculpas e assumir a mancada, simplesmente colocando autoria no texto copiado?

E, o que é pior? Fazem isso com um texto feito com a proposta de ajudar outras pessoas, o texto sobre o Espaço Escuta, que é um trabalho seríssimo e importantíssimo realizado para a melhoria da qualidade de vida de crianças implantadas.

Verdadeiramente fico horrorizada de ver que além de cometerem plágio, fazem isso em cima de um trabalho feito para ajudar outras pessoas.

Em que mundo vivemos, heim?

Beijinhos sonoros,

Lak

24 palpites

  1. Marcela Jahjah disse:

    Poxa, nem me fale, Lak, é um absurdo mesmo, as pessoas pensam que podem sair copiando e colando sem sequer citar a autoria, e ainda tentaram se sair como vítimas da história….
    Que fique este post como aviso e alerta para os engraçadinhos.
    Sugiro que vc coloque uma advertência fixa em algum lugar do blog. Ao menos, o engraçadinho que copiar já saberá de antemão que plágio é crime e que vc tem como rastrear os copy + paste descarados.
    E continue escrevendo, adoramos seus textos!
    Beijinhos!

  2. SôRamires disse:

    Muito bem, apoiada! Seus textos circulam bastante, sempre identificados e reconhecidos pelo seu estilo. São textos feitos com amor e dedicação, divulgando uma ajuda técnica maravilhosa para um bando de gente de todas as idades. Mesmo quem não é surdo se interessa e divulga porque pode ajudar alguém. Imaturidade dos que querem preencher um espaço com o mínimo esforço, só para dizer que tem um blog? Beijão!
    😈

  3. Jairo Marques disse:

    Lak, entendo bem a chatiação que vc ficou, pois comigo acontece direto também. Até em documentos oficiais eu vi trechos de textos que eu produzi. Hoje em dia, tento ver as coisas de forma diferente. Nós jogamos informação no ar, se ela é repassada, melhor para a comunicação. O nosso reconhecimento, felizmente, já é dado pelos leiores! Beijoss

    • laklobato disse:

      Jairo, eles copiaram o texto na íntegra… Interinho… e era um blog, digamos, oficial de algo (não vou citar)… enfim… reclamei e tiraram do ar. hehehe
      Sei que não vou poder evitar sempre, mas vou reclamar sempre. A gente merece esse mínimo respeito pelo que faz, não?
      Beijos, mestre.

  4. karla siqueira disse:

    Querida Lak! Que coisa incrível isso que aconteceu, mas foi bom para alertar-nos sobre como a internet pode ser maravilhosa mas ao mesmo tempo perigosa. Ainda não sabemos lidar muito bem com esta ferramenta.
    Tu estás de parabéns, siga escrevendo, informando e compartilhando conosco tua experiência.
    Abraço fraterno da tua amiga virtual(por enquanto)
    kaka

  5. Oi Lak!

    Este tipo de situação realmente é muito chata. Não tenho nada contra os blogs que fazem “coletâneas” de notícias de outros sites, mas deixar de citar e linkar a fonte é no mínimo falta de respeito.

    A verdade é que não é nada fácil manter um blog com conteúdo “próprio”. A gente muitas vezes estuda, tira fotos, enfim, corre atrás. E dá uma “coisa ruim” quando vemos um trabalho nosso feito com tanto carinho copiado sem citar a fonte. Mas é como o Jairo disse: é bom que a informação seja repassada.

    Acredito que este tipo de comportamento reflete nossas dificuldades em conseguirmos vitórias maiores para as pessoas com deficiência. A vaidade e o egoísmo dominam.

    Adoro esse DNO, hehehe! Pau na máquina, Ciborguinha!!!

    Beijos!!!

    Fred

    • laklobato disse:

      Ai, que delicia ter comentário de vcs aqui… Gente que eu admiro tanto e que tá sempre batalhando (até bem mais que eu) pra transformar esse mundão…
      Como disse pro Jairo, não tenho como impedir que isso aconteça, mas vou reclamar e fazer uma barulheira toda vez que acontecer…
      E, olha, fiquei impressionada com a rapidez que eu e o pessoal que se prontificou a me ajudar tirarmos o texto do ar. Acho que sozinha eu não teria conseguido. Mas, o DNO tem vida própria e ele tem muita gente defendendo a existência dele a presas e garras! haha
      Beijos

  6. mara klitzke disse:

    Mas é muita cara de pau né? Essa é boa… agora você tem que ir atrás para dizer que o texto é seu.
    Olha Lak, já passei essas coisas por conta de imagens. Houve uma época que eu participava de muitas sites de fotografia e fazia manipulações também. Cansei de ver imagens minhas e de amigos por ai sem os devidos créditos. Por isso no meu blog eu não fico enchendo linguiça, escrevo qdo realmente tenho algo para escrever e são textos e imagens de minha autoria.
    Tem gente que se faz de tolo, nos dias de hoje isso não cola mais. Beijocas e maior apoio a vc.

    • laklobato disse:

      Mara, esse blog é um trabalho voluntário feito pra ajudar pessoas com deficiência auditiva (ou pais de crianças com deficiência auditiva) que buscam alternativas para a surdez além da língua de sinais. Não tem como eu baixar a qualidade do trabalho por conta de possíveis plágios. Ele tem sua importância e não me cabe desmerecê-lo…
      Mas, entendo quem se cansa e muda o foco. Realmente, isso desanima demais demais… Com foto então, deu calafrios de pensar. Fui fotografa durante um bom tempo e sei a dor que é ter um trabalho de imagem sendo ‘apropriado’… aff
      Beijocas e obrigada pela força.

  7. Rogerio disse:

    Você acredita que li num documento do Tribunal de Contas da União trechos inteiros de um relatório meu? Crédito? Nem um muito obrigado, otário!
    Quando fiz uma das representações junto ao Ministério Público, utilizei um parágrafo escrito pelo Jairo no ACV e citei a fonte. As coisas têm que ser simples assim, ser honesto não dói e a justificativa apresentada e cheia de mimimi dos caras não convence nem os ácaros aqui de casa.
    Você tem todo meu apoio, como sempre. Um beijo.

    • laklobato disse:

      Pois é… nem sei o que é pior… a cara de pau de copiar ou a cara de pau de mentir… o pingback tá salvo aqui. Sei que foi copiado diretamente do DNO.
      Beijos

  8. Deni disse:

    Nossa Lak, perdi a barulheira! Direitos autorais é um caso sério, sendo que a internet é maravilhosa para nos dar informação, mas também desinformação; saber filtrar é uma arte!
    No entanto a maioria das pessoas pensam que tudo o que se encontra na rede é liberado geral; por conta do meu trabalho já devolvi material sem os devidos créditos das fotografias e ouvi da pessoa que “estando na internet não tem problema”, tive de dar uma aula de direitos autorias para o individuo (que ainda por cima tinha mestrado e me sai com essa lenga lenga????)
    Você tem todo o direito de se chatear, o texto é teu, o trabalho de escrever foi teu, assim como as fotografias são seus registros! E você sempre termina com o famoso “Beijinhos sonoros, Lak”

    E sim, coloque o quanto antes uma advertência “plágio é crime”, (LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.)

    Beijos

    • laklobato disse:

      Pois é, perdeu, mas não tem problema. Fiquei surpresa com o tão rápido conseguimos tirar o texto do ar. E tudo porque o pessoal ficou tão irritado quanto eu e foi lá reclamar… Foi impressionante a defesa ao DNO!
      Vou pedir pro Edu inserir o número da lei aqui… Obrigada.
      Beijos

  9. Patrícia Cruz disse:

    Lak, compartilho da sua revolta. Especialmente pelo fato de um site “profissa”, como você mesma disse, não ser capaz de colocar um profissional de comunicação responsável por seu conteúdo. Enquanto profissionais forem substituídos por “profissas”, vamos ter esse problema. É por isso que dou a maior força pra você nessa situação. Não tem que temer mesmo não, tem que colocar a boca no trombone. E você não está sozinha nessa.

    👿

  10. Marisa Teixeira disse:

    Lak, tens o meu total apoio.
    O que sai da nossa inspiração é nosso.
    Não citar um autor é uma afronta mesmo.
    E está virando lugar comum se fazer de vítima quando se é o culpado.
    Vamos chegar num momento em que só os covardes terão vez?
    Espero que não.

  11. Paula Pfeifer disse:

    Mas que abuso!!!
    Me pergunto se o pior é o plágio ou ter que ler um email desses depois, invertendo a história!
    Arghhh!!!!!
    O mundo só vai pra frente se a gente escancarar TODA E QUALQUER INJUSTIÇA, sempre.
    BjOSSS

  12. Deborah disse:

    No meu blog tem um texto falando de direitos autorais, Lak. Pode pegar lá. Estou autorizando. hehe.
    Sobre o plágio, que atitude esperar de criminosos? Que admitam publicamente seu crime? Acho que não, né? Mais fácil culpar os outros. É assim que funciona o mundo dos covardes. 😯
    Eu posso afirmar que fui totalmente educada no meu comentário com eles.
    Cá entre nós, que ótimo que nunca mais eles mencionarão seu nome e do DNO lá no blog deles. Até parece que vc precisa deles para alguma coisa. 👿
    A

    • laklobato disse:

      Tb fui educada… mas importa? Não, né… o lance é roubar e, se forem pegos, tentar culpar os outros e bancar as vítimas… Faz favor…
      Vou ler lá no seu blog. Beijos