Divagações auditivas em poucos caracteres

1. “De repente, começa uma barulheira no trabalho. Olho surpresa ao meu redor, ninguém diz ou se incomoda com isso. Só eu estranhando aquilo. Não resisti. Perguntei: O que é isso?

Meu chefe: é a chuva….”

2. “Voltando de Louveira (interior de São Paulo) ouvia encantada o som da chuva no carro. Num determinado ponto da estrada, o som desaparecia de vez em quando. “Será que a pilha está acabando?” pensei.
Logo depois, descobri que o som sumia sob os viadutos e voltava em seguida.”

3. “Duas coisas que eu amo na vida: filme e pipoca. Mas comer pipoca percebendo que isso faz barulho me fez amar mais a pipoca que o filme!”

4. “De repente, peço silêncio, na cozinha. Edu me olha assustado mas se cala. O que eu queria? Abrir a garrafa de refrigerante e reouvir o primeiro som que reconheci. Mas confesso, garrafa de tampa de rosca faz um som muito mais gostoso que a de chapinha!”

Depois me perguntam como eu consigo encarar tão bem ter uma deficiencia. Ora, quantas pessoas conseguem redescobrir o mundo, com a leveza de uma criança, aos 32 anos?

Reinvente-se!!

Beijinhos e bom final de semana,

Lak

32 palpites

  1. Bia disse:

    Que lindo vir aqui e ler essas coisas Lak…
    Beijão pra tu! 😉

  2. Renata disse:

    Que delícia :)) Nem quero que vc ouça minha voz chata! haha 😉

  3. SôRamires disse:

    é uma delícia ler os capítulos deste conto da vida real…

  4. Reyel Angel disse:

    Realmente lindo o redescobrimento! Parabéns! Vc é muito abençoada. Confesso q sinto uma pontinha de inveja, desculpe. 😳
    Mesmo assim fico verdadeiramente feliz por vc.
    Beijos na alma!

  5. Luis Daniel disse:

    Amei o post, quero ele pra mim! Perfect! Beijo

  6. inês disse:

    Boa!! É isso mesmo, quando a capacidade de redescobrir o mundo existe, o limite é o céu!!
    E descobrir as pequenas coisa boas da vida, neste caso, os pequenos sons a que os ouvintes já nem ligam, é uma felicidade tamanha que não cabe no coração e por isso transborda pelo rosto, pelos gestos, pela expressão corporal e pelas palavras que você escreve nesta sua/nossa casa! Um bom ano!! E muitos sons, sempre!!
    bjs,
    Inês

  7. SôRamires disse:

    a manteiga tá derretendo, tudo culpa sua! me dá uma caixa de lencinhos de papel… 😥 😥 😥 😥

  8. Lak, e o som da pipoca estourando? O som do bife “fritando” na panela, o som da água saindo do gargalo da garrafa…Fico imaginando a cara do Edu! Porque ele é o único a presenciar sua cara nestes momentos! Nada mais justo né?!
    Um ótimo fim de semana!
    Beijos!

    • laklobato disse:

      Pipoca estourando, ainda não ouvi. A que comi, foi no cinema… Barulho de água é um encanto à parte… hehehe
      E a cara do Edu… qq dia desses tiro uma foto, porque é um misto de encanto e candura dificil de descrever! Linda demais! Dificil saber quem fica mais encantado, ele ou eu…
      Beijinhos e ótimo final de semana

  9. maysa disse:

    Como prometido vim aqui ver as novis…. ainda nao li tudo ai pra baixo, mas cada linha ,minha felicidade aumenta mais. Sabe q no ano novo, qdo vi os fogos eu lembrei de vc?? pensei, tomara q a Lak esteja ouvindo isso tudo!! Vou me interar de tudo q anda acontecendo, mas por hora ja vou dormir felz pelas pequenas grandes conquistas. desejo um ano de vitorias e muito barulho pra vc… de gargalhada com os amigos, de beijos estalados, de canto dos passaros… Beijos barulhentos pra vc Lak

    • laklobato disse:

      Uia, no seu dia de fama, você ainda tem tempo pros amigos? hihihi
      Pois é, eu ouvi os fogos, mas de longe… Amei… alias, amo tudo… sou uma criança de 32 anos, descobrindo a graça de ouvir…
      Te desejo um ano maravilhoso também, agora como senhora casada. Beijo pra você e pro Carlos.

  10. Julia disse:

    Lindo!
    E aproveitando, nao encontro minha camera pra te enviar a foto da flor de lotus. Acho que ela sentiu que estava por aposentar-se deu no pe.
    E ja que faz tempo de fico fuçando na sua vida, te mando o site para que vc possa fuçar um pouco na minha tb.
    Beijo e que vc descubra o encanto de cada nota que compoe as tantas melodias da vida.

  11. leandro kdeira disse:

    Me emociono de alegria ao ler seus relatos.
    Bjos minha linda

  12. Simone disse:

    Ha! ha! ha!…ops, eu adorei ler o seu post! Acho muito legal você criar este tipo de post sobre suas descobertas referentes aos sons.
    Espero que continua escrevendo…o seu estilo de escrever é muiot agradável. Parabéns.
    Deus te abençoe e sempre!
    Beijos. (será que já ouviu o som disso?) 😳
    Simone.

  13. Que linda esta sua capacidade de se encantar com as pequenas coisas da vida, Lak! E não tem nada a ver com uma suposta necessidade de superar ou compensar a sua deficiência. É uma característica sua. Azar de quem não tem, não é?
    Erika

  14. juca.jardim disse:

    ahhh…

    tb tô aqui com lágrimas saindo dos olhos!!!

    (já conseguiu ouvir as lágrimas qdo saem dos olhos?)…
    .
    .
    .
    .
    MENTEERAAA!!!… isso não faz barulho! 😛

  15. Mariana disse:

    Lak,
    Sempre leio e adoro seu blog. Curto cada descoberta sua.
    Desejo que esse ano sejam muitas!
    Abraço,
    Mari

  16. Thomaz disse:

    Lak, sou da PO.

    Este teu texto é lindo. Me deixou muito emocionado. Fico feliz que você esteja curtindo esta tua nova fase.

    Boa sorte!