Encantos do som do chafariz

Precisei ir no Poupatempo outra vez, para resolver uma pendência.

Antigamente, eu entrava na fila como todo mundo. Mas, dado o fato que deficiência auditiva dá direito a atendimento preferencial, hoje em dia, nem discuto mais. Aviso antes de entrar na fila que sou deficiente auditiva, mostro os aparelhos e sou mandada direto pra mesa. Isso porque eu pergunto várias vezes a mesma coisa, já que agora preciso ouvir pra entender e o lugar é barulhento. É engraçado perceber que, apesar do IC ser ótimo para melhorar a comunicação, ele cria uns entraves novos, porque antes lugar barulhento não me afetava. Agora, dificulta um pouquinho!

Tenho que tirar o chapéu para a moça do atendimento. A primeira pergunta que ela fez foi: “Você quer uma interprete de Líbras?” Olha que sensacional!! Por dois motivos: 1. porque tinha interprete lá, para quem precisa e isso é fenomenal. e 2. Porque ela me perguntou se eu queria, não deduziu nada! Agradeci com um sorrisão e disse que não precisava, só queria que ela falasse sempre virada pra mim e devagar. Ela não apenas fez isso, como anotou tudo que considerava imprescindível que eu soubesse. Ahhh, se fosse assim em todos os lugares, né?

Mas, a graça do dia não foi só essa. Edu me acompanhou nessa empreitada ao Poupatempo da Sé e a gente passou por baixo do chafariz. Ele estava falando, quando ouvi e reconheci o barulho da água caindo, no meio do que ele dizia. Obviamente, meus olhos encheram d´água. Pelo reconhecimento, pelo som lindo que ouvia e, mais importante, por conseguir fazer isso enquanto ouvia a conversa do Edu. Ouvir separando sons, ouvir de maneira espontânea….

Acho que a melhor coisa do Implante Coclear, pra mim, foi a poesia que ele recolocou no mundo. Mais do que ouvir, ser capaz de escutar. Mas, escutar de verdade, tudo o que o mundo canta, fala e grita! Este é o verdadeiro milagre de estar vivo!

Beijinhos sonoros,

Lak

20 palpites

  1. SôRamires disse:

    Menina, que arrepio e que emoção, sem querer o zoinho encheu d´ água!
    Poder escutar além de ouvir…é mágico, é tudo de bom. Muita gente usa ouvir e escutar como sinônimos mas na verdade não são, ouvir é apenas um fato físico, vibrações…escutar é mais profundo, abrange todo o ser, nossa atenção, nossa emoção…e você com sua enorme sensibilidade tem muito mais a ganhar com esse implante!

  2. @Jufreak disse:

    Eita emoção…
    Eu adoro esse barulho de chafariz, fontes… Essa coisa da água.
    Parabéns pelas suas conquistas auditivas lak.

    Beijinhos 😀

  3. SôRamires disse:

    Lak use e abuse dos meus textos, é uma honra! Bjos.

  4. fabiana disse:

    Seus olhinhos encheram d’água ao ouvir o chafariz?? Os meus também ao ler seu relato. Bjss 😛 😉

  5. Germana disse:

    Menina, eu tbm fiquei emocionada com o seu relato simples mas muito profundo.

    Deixa compartilhar com vcs uma coisa maravilhosa que me aconteceu: conheci uma pessoa muito, muito especial um dia depois do meu implante, eu ainda estava com toda aquela bandagem na cabeça, aí coloquei um lenço e ele me disse que eu era uma árabe Paraguaia, pois n gostei de nada no restaurante arabe ao qual me levou…rsrsrs acho que é minha outra metade…tomara!!! rs

    Bjus

  6. Rogério disse:

    Não me esqueço daquele episódio da balança do pão de queijo. A partir daquele post passei a prestar mais atenção aos sons. Enfim, aprendi a escutar e não somente ouvir. Só tenho a agradecer a você por isso. Um grande beijo.

  7. Eliane disse:

    Que lindo isso!!! que emoção!!!
    simplesmente magnífico esse seu relato!!!!
    beijos emocionados 🙂

  8. Rita Costa disse:

    Lak, não sabia que um efeito colateral desse seu implante era estimular o canal lacrimal… dos outros, não o seu… cada post seu provoca um “banho de chafariz” no meu rosto, você me faz ouvir a poesia que já estava esquecida nos sons banais. É sempre bom lembrar de como o mundo pode ser lindo, basta permitirmos que ele nos envolva.
    beijos de luz no seu coração

  9. Kali disse:

    Lak, preciso dizer que a Rita expressou lindamente o que eu senti qdo li seu post! Rita, obrigada por traduzir de forma tão incrível o que vc (ou seria eu) sentiu! Lak, obrigada por traduzir tão lindamente a poesia do cotidiano!

    Bjs encharcados!

  10. Marcia Martinho disse:

    Ahaaaaaaaaaaa Lak! Fiquei emocionada com o seu post aqui. Meus olhos tambem encheram de lágrima, o que enxerga e o que não enxerga tambem, porque ele não pode ver o corpo, mas enxerga a alma!kkkkk
    Beijos