Enjoy the silence!

Uma das coisas mais gostosas que aprendi, enquanto estudei em Londres, foi a perceber o quanto, na língua inglesa, a palavra ENJOY significa “aproveite”. Não é apenas uma palavra dita corriqueiramente, como o nosso “bom apetite”, mas uma forma educada de falar para as pessoas aproveitarem tudo e qualquer situação.

Pois bem, meu amigo Anselmo Veríssimo, que mora lá em Hong Kong e é comandante de Hong Kong Express e está sempre viajando pelo mundo tudo, me mandou um recado hoje, dizendo que tinha visitado um café/casa de chá diferente em Hoi An (Vietinam).

Como muita gente sabe, sou fanática por café, mas o motivo dele ter me contado isso não era por causa disso. Era porque o local oferecia uma experiência sensorial diferente, feita para os clientes tomarem um chá num ambiente sereno e tranquilo. Ou seja, um lugar onde se aproveita o silêncio. E, claro, para tornar essa experiência realmente completa sobre o silêncio, todos os funcionários são surdos, afinal, quem entende de silêncio melhor do que nós?

Compartilho com vocês, a experiência do Anselmo, com direito a algumas fotos do local. Acho que vale uma visita na próxima ida ao Vietnam (para quem tiver oportunidade, claro).

Como fiquei sabendo?  No site de viagens Trip Advisor, no item “Restaurants/ Coffee and Tea”; a Reaching Out Tea House aparece como a numero 1 na preferencia dos visitantes.
Se a casa é sucesso? Bom, como você pode ver, a casa é a preferida pelos visitantes no quesito Cafe/Tea House (e olha que tem um coffee shop muito bom bem ao lado onde eu também fui), por justamente ser um lugar tranquilo, muito bonito, calmo e onde as bebidas servidas são de qualidade; se você der uma olhada no site vai poder ver os reviews dos clientes. Todos muito favoráveis.
O que notei de diferente e especial? O lugar é muito tranquilo, silencioso, de muito bom gosto, o atendimento é muito cordial e as meninas, apesar da deficiência (nenhuma delas aparentemente estava utilizando nenhum aparelho auditivo), se faziam entender muito bem por gestos ou por aquelas plaquinhas que você pode ver numas das fotos. Uma pequena placa no local diz “Enjoy the Silence”.
O local fica numa casa antiga, de arquitetura tradicional da região. A decoração também acompanha o ambiente e a iluminação é bem suave. A casa não é muito grande mas possui diferentes ambientes e também um jardim muito simpático na parte dos fundos. Você pode ver antiguidades expostas por todo o local e os artefatos que se utilizam para servir as bebidas também estão expostos;  você pode compra-los na “oficina/loja’ que eles possuem ali perto, a qual é operada por pessoas com  outras deficiências também, não só auditiva diga-se.
Eu realmente senti que o lugar é diferente, justamente pela tranquilidade, pelo bom gosto e pelo atendimento (além do café que estava muito bom e tem um preço justo). Eu via as pessoas falando baixo, sem tocar no celular e apenas conversando, o quê é uma raridade hoje em dia. Tinha lá uma salinha com uma mesa baixinha, todos sentados no chão muito relaxados, como toda a atmosfera do lugar. Interessante era o aparente respeito que todos tinham pelo lugar em si por justamente promover este tipo de ambiente e também por dar oportunidade de um trabalho justo a pessoas com deficiência.
Eu também estive no loja de souvenir/ oficina deles. Sem querer puxar o saco, eram das coisas mais bonitas que eu vi por la. Tudo de muito bom gosto e qualidade e sem aquele ar de coisa pra turista; eu comprei um jogo de café muito bonito, como os que eles usam. Dá pra visitar a oficina, que fica nos fundos da loja, mas quando estive la estava fechada.

Devo admitir que eu AMARIA conhecer esse lugar. Apesar de amar ouvir, amar os sons, sempre acho cansativo demais ambientes excessivamente ruidosos, onde tudo vira um ruído branco incompreensível. Locais silenciosos tem a minha preferência absoluta.

Beijinhos sonoros,

Lak

4 palpites

  1. me lembra uma musica mas não é da sua epoca rsrsrs

  2. Li seu texto. Também sou mais fã de café do que de chá. Fotos lindas!

  3. Bom dia, Lak Lobato, e todos os leitores e leitoras.
    Estou começando a experiência de escrever um blog em que falo sobre a surdez, desde a minha percepção como ouvinte, e sobre temas associados.
    O endereço é http://www.jeitosdesereconviver.blogspot.com.br
    Ficaria muito agradecida se vocês pudessem visitá-lo e deixassem suas impressões.
    Um abraço, Letícia