Espetáculos acessíveis: “5X Favela, Agora por nós mesmos” é exibido com recursos de acessibilidade no CCBB

Coisas que me deixam imensamente feliz de divulgar: Cinema nacional legendado exibido no Centro Cultural Banco do Brasil (Rio e Sampa)

“5X Favela, Agora por nós mesmos” é exibido em versão com recursos de acessibilidade para cegos e surdos, de graça, no CCBB

Imagem de cena do filme. Dois atores abraçados em primeiro plano, um loiro oxigenado e uma negra. Ambos olham para algo, com olhar desconfiado. Em segundo plano, dois outros homens. Pode-se ver ao fundo, ainda que meio fora de foco, construções típicas de favelas.Inspirado no filme da década de 1960 e considerado o estopim para a criação do Cinema Novo Brasileiro, a produção “5X Favela, Agora por nós mesmos” será exibida nos dias 3 e 4 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil, com legenda (closed caption) e audiodescrição para o público com deficiência visual ou auditiva.

A sessão faz parte do projeto Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito (CNLA) que conta com uma sala de cinema acessível aberta para o público em geral, e, em especial, para ao público cego e surdo. Os filmes têm recursos de legendagem (closed caption) e audiodescrição. O padrão closed caption transcreve através de legendas o que está sendo falado (informações literais), assim como sons não literais que ajudam ao espectador a compreender melhor o filme (música, risos, aplausos, chuva etc). Na audiodescrição, o sistema descreve, em paralelo ao som original e quando não existe fala dos personagens, ações relevantes, mudança de cena, expressões faciais, com o objetivo de informar ao cego o que está acontecendo.

“5X Favela, Agora por nós mesmos” foi feito por jovens cineastas moradores de favelas do Rio de Janeiro, treinados e capacitados a partir de oficinas profissionalizantes de audiovisual, ministradas por grandes nomes do cinema brasileiro. O projeto apresenta cinco filmes de ficção, de cerca de 20 minutos cada um, sobre diferentes aspectos da vida em suas comunidades.

O Centro Cultural Banco do Brasil fica na Rua Álvares Penteado, 112, São Paulo, e conta com acesso e facilidades para pessoas com deficiências físicas e transporte gratuito até as proximidades.

SETEMBRO 2011 (SP: 03 e 04/09 às 15h) e (RJ: 10 e 11/09 às 16h)


Imagem do cartaz do filme. Um céu amarelo de final da tarde e a silhueta de uma criança empinando pipa, sobre uma laje de telhado. O título do filme aparece em destaque "5x Favela, agora por nós mesmos". Há também informações sobre direção e elenco, mas a imagem é pequena e não dá pra ler.“5X Favela – Agora por Nós Mesmos”


Direção: Wagner Novais, Rodrigo Felha, Cacau Amaral, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos, Luciana Bezerra, Manaíra Carneiro.
Atores: Juan Paiva, Pablo Vinícius, Ruy Guerra, Flávio Bauraqui e Renata Tavares.
Duração: 103 min
Ano: 2010
Gênero: Drama
Estúdio: Luz Mágica Produções / Globo Filmes / Videofilmes / Quanta / TeleImage
Distribuidora: Sony Pictures Entertainment / RioFilme
Classificação: 14 anos
Sinopse: Em 1961, cinco jovens cineastas de classe média, oriundos do movimento estudantil universitário, realizavam o filme “Cinco Vezes Favela”. Carlos Diegues, Joaquim Pedro de Andrade, Leon Hirszman, Marcos Farias e Miguel Borges eram aqueles jovens que tornaram o filme um marco do cinema moderno brasileiro e um dos fundadores do Cinema Novo. Passadas quatro décadas, “Cinco Vezes Favela, Agora por Nós Mesmos” reúne dessa vez jovens cineastas moradores de favelas do Rio de Janeiro, treinados e capacitados a partir de oficinas profissionalizantes de audiovisual ministradas por grandes nomes do cinema brasileiro, como Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, Walter Lima Jr., Daniel Filho, Walter Salles, Fernando Meirelles, João Moreira Salles e muitos outros. O projeto apresenta cinco filmes de ficção, de cerca de 20 minutos cada um, sobre diferentes aspectos da vida em suas comunidades.

Mais informações:
Trixe Comunicação Empresarial

www.trixe.com.br

(11) 5052 4072

Patrícia TTeixeira

patricia@trixe.com.br

(11) 9962 6992

Raphaella Rodrigues

atendimento@trixe.com.br

(11) 8178 4269

Mais informações à imprensa sobre o CCBB:
Alexandre Yokoi – (11) 3113-3613 – alexandreyokoi@bb.com.br
Eduardo Vasconcelos – (11) 3113-3628 – eudu@bb.com.br

 

E ai, galera, vamos ao cinema? A gente sempre pede legenda em filme nacional, então temos que aproveitar essas oportunidades sensacionais!  Para quem não é do Rio nem de SP, uma razão a mais para visitar essas belas capitais!

Beijinhos sonoros,

Lak

p.s. Como dia 3 é o encontro de Campinas do FIC, pretendo ir na sessão de domingo, dia 4, se alguém quiser me encontrar lá!

6 palpites

  1. teresa disse:

    Olá , Lak quero ir ao cinema, mas estou em Uberlândia de MG, infelizmente não dá para ir em São Paulo e tenho compromisso. Poderia ter o filme legendado nacional para qualquer lugar. Beijos…

  2. Renata disse:

    Oi, quero muito ir.. mas não consigo ver informação sobre horário e preço. No site não encontro a programação de setembro. vc sabe??
    bjs

  3. teresa disse:

    Lak, pensei em levar minha filha ouvinte para assistir o filme O Rei Leão dublado, mas eu sem entender e só vou ver a imagem do desenho animado, como faria???. Pensou?
    Beijos.

    • laklobato disse:

      Boa lembrança… outro problema que pessoas surdas enfrentam: compartilhar coisas com filhos ouvintes. Daí a necessidade de sessões que tenham audio em português junto com legenda.
      A opção ainda é você assistir tudo em DVD com ela, né?
      =(
      Beijos