I Bate Papo com Pais e Profissionais: Implante Bilateral no Espaço Escuta (SP)

Se tem um assunto que dá pano para manga em conversas de implantados é: Implante Bilateral vale a pena?

Por isso, o programa ESPAÇO ESCUTA convida seus participantes e antigos participantes para um bate papo com usuários e profissionais.

Esse é um convite meio restrito, porque é exclusivo para usuários da marca Cochlear:

EspacoEscuta

 

Mas, aproveito a brecha para debater um pouco a respeito aqui no blog…

Eu mesma, antes de fazer o bilateral, ficava na dúvida e quando conversava com alguém que era bilateral, dificilmente eu conseguia saber se realmente tinha diferença. E, no meu caso, a diferença foi absurda, como vocês já estão informados sobre.

Ainda assim, não sou a maior defensora do universo para que todos sejamos bi-implantados. Eu acho que cada caso é sempre um caso, no que se refere ao implante. E tem gente que está muito bem adaptado a um só, com um apoio excelente com o AASI na outra orelha, que realmente está consciente que não teria ganho porque a cóclea está comprometida.

Mas enfim, para quem quer/precisa/pode fazer o bilateral, sim. A qualidade auditiva de dois implantes é maior que a de um só.

Quais as vantagens?

  • A localização sonora é melhor, segundo a maioria dos usuários. Quem está bem adaptado com IC + AASI geralmente não precisa mexer em time que está ganhando. Mas, para quem usa apenas 1 IC, a localização sonora fica mais restrita. O cérebro costuma precisar de duas fontes de som, para poder localizá-la espacialmente.
  • A separação de fonte principal de som em ambiente ruidoso melhora muito. Com dois aparelhos, é um pouquinho mais fácil filtrar a voz de uma pessoa próxima da musiquinha chata de fundo, por exemplo.
  • A gente faz menos esforço para entender as pessoas e, por consequência, fica menos cansado no final do dia. Isso acontece porque com apenas um ouvido bom, a gente sempre tem que fazer um pouco mais de esforço para ouvir, o que é mais desgastante.
  • O som fica mais encorpado. Não é que ele fique mais alto no que se refere ao volume, mas simplesmente, que se ouve melhor.
  • Segurança de um backup de aparelhos. A probabilidade dos dois aparelhos quebrarem juntos é relativamente menor que a chance de um único aparelho pifar e precisar ir para o conserto.

As desvantagens: dobro de gasto, dobro de preocupação, uma nova cirurgia (para quem já é implantado unilateral) e uma nova adaptação.

Enfim, a qualidade superior realmente é verdadeira, mas varia muito conforme quem usa. Pois é, no que se refere ao implante coclear: CADA CASO É UM CASO, sempre!

Beijinhos sonoros,

Lak