Ouvir: Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos

Ainda nessa fase de compartilhar textos de outros blogs, divido o post de hoje com o SULP, sobre a OUVIR.

Esta importante notícia sobre a mobilização dos nossos amigos de Portugal nos chegou pelos blogs:
http://ouvido-bionico.blogspot.com/
e
http://imisal.wordpress.com/2011/05/02/apresentacao-publica-da-ouvir-21-de-maio-em-lisboa/

Sobre a OUVIR

http://www.ouvir.pt/

Fundada por um grupo de amigos determinados a fazer diferença na vida das pessoas com dificuldades auditivas, assim na tarde de sexta-feira, dia 11 de Março de 2011 a OUVIR – Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos nasceu.  A nossa História:

A História começa, quando os problemas surgem… E foram precisamente com os problemas de audição que as pessoas se uniram sobre uma mesma causa, e houve necessidade de nos juntarmos, pelos diversos obstáculos que a deficiência auditiva pode causar. Muitos começaram por usar próteses auditivas, já uns tiveram de optar inicialmente pelo implante. Ainda existem aqueles, que precisaram partir para o implante, mesmo conseguindo ouvir com uma prótese auditiva.

No entanto, usar equipamentos de apoio à audição acarreta os seus custos, e não apenas com a aquisição, mas também, com a sua manutenção e compra de pilhas ou outros acessórios indispensáveis para obter o melhor rendimento e dar-se o melhor uso aos dispositivos. Foi exactamente pelo que se refere atrás, que um grupo de implantados, aparelhados, e mãe de implantada, incluindo ainda uma ou outra pessoa que mesmo ouvinte, quis participar no longo projecto que ia dar lugar.

Já anteriormente, houve tentativa de constituir uma associação de pessoas com problemas de audição, porém, nunca chegara a acontecer. Contudo, foi possível pela coragem e determinação de um grupo de pessoas que se disponibilizou a oferecer o seu apoio a pessoas com mesmos problemas, partiram para a aventura e conquista, na defesa de pessoas que portam a deficiência auditiva.
Começámos por registar o nome da associação, que se chamaria, OUVIR – Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos. Até que no dia 11 de Março de 2011, pela tarde, juntam-se para a escritura da associação. Foi então, que foi fundada a OUVIR, a associação tem este espaço onde podemos partilhar notícias, emoções, eventos, e outras tantas coisas, tal como informações de utilidade, que esperemos que sejam do agrado para muitos, e que possam servir de ajuda a muitas pessoas com problemas de audição, independentemente do equipamento de apoio auditivo que usem.

Por esse motivo, a OUVIR pretende dar grande apoio a um leque tão alargado de pessoas, em que o ponto de união é somente a dificuldade auditiva. É de coração aberto que partimos para este magnífico projecto.
É comunicando, ouvindo os outros, que se aprende e se cresce, ou que se enriquece!
Bem hajam a Todos.
A Direcção da OUVIR

Terça-feira, 3 de Maio de 2011OUVIR – Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos

Porque é o nosso dever divulgar e dar a conhecer iniciativas, projectos e seminários porque é com a informação escrita do mundo cibernético que as pessoas com dificuldades auditivas ou pais de crianças com Surdez apanham mais dados concretos de certas pesquisas, debates, documentários e direitos fazendo dela uma ferramenta indispensável no dia-a-dia.

E é com muito gosto que anuncio a existência da OUVIR – Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos (que alastra a Implantes Cocleares, Implantes Híbridos, Baha, Implante Tronco Cerebral e Implante do Ouvido Médio), constituídas por pessoas com problemas semelhantes e que usam próteses e implantes auditivos, também a nós juntaram pessoas que ouvem, por quererem ajudar a OUVIR.

Acreditamos no potencial da OUVIR, sabemos que não vai ser fácil, isto é garantido, mas ao menos temos prazer e amor em abraçar esta causa, sentimos hoje uma enorme necessidade de nos mostrar, com VOZ em defesa de todos os portadores de deficientes auditivos residentes em Portugal perante este enorme mar de DIVERSIDADE, queremos melhorar as condições de reabilitação, de equipamentos auditivos determinados para cada tipo de perda, facilidade de pagamento na compra e manutenção dos dispositivos de escuta entre muitos outros objectivos definidos.

A OUVIR – Associação Portuguesa de Portadores de Próteses e Implantes Auditivos tem por fim propiciar condições para que todas as pessoas portadoras de hipoacúsia possam minimizar o impacto físico, psicológico, social e vocacional que uma deficiência provocada pela perda auditiva poderá causar, bem como esclarecer, prevenir ou informar a família e a população em geral de quais os procedimentos na ajuda a estas mesmas pessoas.

Então, com uma equipa corajosa de ideais elevados na faixa dos 20-30 anos e que todos nós (aplica-se a todos os portadores de deficiência auditiva e pais de crianças com Surdez) juntos conseguiremos mudar, talvez para melhor, porque independentemente da situação, as crianças de hoje serão o futuro do amanhã, para que possam continuar a trilhar esse caminho por melhores condições e qualidade de vida!

Por isso vai haver uma Apresentação de Abertura da OUVIR, dia 21 de Maio de 2011, no Auditório dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa – Avenida Afonso Costa, 41 – 1990-032 Lisboa (junto ao Areeiro) com inicio marcado para as 09h. A entrada é gratuita e todos serão bem-vindos.

Façam ouvir as vossas poderosas VOZES, é preciso agir e mudar.
http://www.ouvir.pt/

Sou amiga de algumas fundadoras. Alice, por exemplo, foi a pessoa que mais puxou a minha orelha pra eu deixar os medos de lado e fazer a cirurgia. E, coincidência, o símbolo da OUVIR é o mesmo daqui do DNO, um coração formado com um AASI e a parte externa do IC. Não, eles não me copiaram nem vice e versa. Foi total sintonia de pensamento em quem, independente de haver um Atlântico entre nós, passa pelas mesmas dificuldades e as mesmas conquistas.

Torcendo pelo sucesso da OUVIR!!

Beijinhos sonoros,
Lak

14 palpites

  1. SôRamires disse:

    Lak realmente quando soube da fundação do Ouvir, por parte de nossos amigos e amigas de Portugal abri o bocão de pura alegria. 😀 😡

    • laklobato disse:

      Aqui no Brasil tem a ADAP que ajuda quanto aos aparelhos (especialmente o implante) vendendo pilhas e acessorios por preço muito mais em conta e também empresta a parte externa do IC quando ela precisa ir a conserto. Mas acho que não vão muito além dessa assessoria tecnologia e mandei montes de emails pedindo informações pra colocar aqui no blog e só encontrei respostas grosseiras e desconversa.
      No mais, na prática, nossos problemas não se resumem a aparelho e pilha, então continuamos em desfalque.
      Beijos

  2. Alexandre Prudente disse:

    LAK,

    Eu tenho visto voce e os outros participantes falando em montar uma associação. Agora eu vejo esse texto sobre a associação em Portugal e ví o objetivo. Achei muito importante. Eu sou de Goiânia, advogado, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/GO e, assim, tenho algum contato com a associação dos surdos local. Mas parece que essa associação aqui é muito voltada para a simples assistência social (que também é importante) e também à LIBRAS. Eu não sei se no Brasil existem associação formada com pessoas que têm essa visão que percebí em vocês e seus amigos. Olha, para montar uma associação é simples. Bssta redigir um estatuto, fazer uma assimbléia de fundação com os sócios e escolher a diretoria nos termos do estatuto, registrar em um Cartório de Títulos e Notas e pronto. O depois é trabalho. EStou à disposição para alguma ajuda.

    ABraço.

    Alexandre Prudente Marques

  3. Alexandre Prudente disse:

    Claro, Pode me contar.

    Alexandre

  4. Rogério disse:

    Como o Alexandre é de Goiânia, talvez possamos trocar umas figurinhas.

  5. SôRamires disse:

    Receita como formar uma associação?
    Eu queria uma associação que não implicasse em PODER 😈 …mas não tem né?

    http://www.projetospoliticosesociais.com/index.php/legislacao/78-como-formar-uma-associacao-civil-legalmente

  6. Simone disse:

    Lak, uma coisa deve ser observada. Os sócios podem fundar a associação. Os diretores podem ser nomeados. Mas, Lak, é preciso fixar o local por causa do cartório. Além disso, uma associação não pode ficar sem representantes, que estejam em outras cidades ou outros estados, isso me faz pensar que a associação pode fortalecer-se. Só que isso requer COMPROMISSO e DEDICAÇÃO.
    O que eu não falei ainda, Lak? Quero ouvir. E já lhe agradeço.

    • laklobato disse:

      É, tem bastante coisa pra se fazer. Mas minha preocupação é: o pessoal realmente aderiria a causa? pq uma coisa é comentar num blog, outra é realmente fazer parte… Como bem disse vc, requer compromisso e dedicação.
      Sei lá, tô debatendo aqui hehe
      Beijos

  7. Simone disse:

    Que o debate continue até aquelas pessoas compromisssadas conseguirem o ALICERCE para a fundação da associação.
    Torço para que isso aconteça.
    Beijos.