Desculpe, não ouvi!

Orelhas d’oro

Fuçando na net, me deparo com essa notícia (clica que é link): Orelhas Douradas Pra quem não manja inglês: vai aí uma tradução feita pela minha melhor amiga (e escrava) Kali Alves – hihihi...

Dissecando Pinoquio

Essa é uma visão completamente subjetiva de Pinoquio e há quem discorde veêmente dela. Mas, a graça de ver o mundo à sua maneira é justamente compartilhar essa visão… Enfim, quando estive em Veneza,...

Plano pra quem é Vivo, Claro!

Postagem puramente informativa: Você sabia que as operadoras de celular têm planos exclusivos para deficientes auditivos/da fala? São planos com SMS mais barato (mas sem minutos de conversação). Pra quem dependia de pré-pago ou...

A linguagem do tato

* o título do tópico, coincidentemente juro, é o subtítulo de um dos livros que meu pai escreveu. Tem gente que acha que usar a internet é perda de tempo. Discordo, a gente usa...

Anjos e Demônios

Você já reparou numa visão comum acerca dos PcD‘s (pessoas com deficiências, o termo atual de PNE – pessoas com necessidades especiais, PPD – pessoas portadoras de deficiências), que sempre falam de nós de...

Pra desopilar o fígado…

Sabe esses “emails” (valha-me Deus, qual o plural de email???) de placas esquisitas ao redor do mundo? Pra ser sincera, tenho minhas duvidas se são verdadeiras e tal… Mas, também, se não forem, dá...

Buááá

Vira e mexe, alguém me pergunta quando pretendo ter filhos. É que, tipo assim, eu sou casada há quatro anos (no papel, ainda não fez dois, só em julho) e nunca faço qualquer menção...

Feito pra você?!

Sou moderadora de uma comunidade dedicada especialmente à dinâmica dos surdos oralizados no orkut. A maioria tem uma opinião tipo a minha: o mundo tem que aceitar a diferença e respeita-lá, não existe meio...

Futilidades legais

Inaugurando um novo espaço no blog, de coisas bacanas que se acha por aí (na net e fora dela). Com vocês, o relógio em língua de sinais: Confira funcionando no link Não sei se...

Pé-de-valsa

Pé-de-valsa

Sabia que sou uma menina superpoderosa? Não, meus superpoderes não me permitem voar, mas dão asas à imaginação. Outro dia, falando com minha amiga e princezinha (ela tem 18 anos e é um frufru...