Propaganda nostálgica via Implante Coclear

Como muitos já sabem, perdi a audição em fevereiro de 1987, 55 dias antes de completar 10 anos de idade.

Quem tem mais de 30 anos, deve se lembrar dessa época, em que se ouvia MUITO música nacional (na década seguinte imperou as músicas internacionais, né? Sei lá, eu já era surda mesmo, se tiver falado bobagem, tenho desculpa sensorial comprovada haha). A música do auge era “Eduardo e Mônica” do Legião, que tocava adoidado em tudo quanto era lugar. Era meio impossível não ouvir essa música pelo menos uma vez por dia.

Logo, meus últimos momentos de audição foram bombardeados por essa música.

Os anos passaram, o silêncio veio, as músicas tornaram-se uma vaga lembrança na memória auditiva que ia definhando com o passar do tempo. E foram muitos anos de pouquíssima música e muito muito silêncio.

Quando fiz o Implante Coclear, confesso que não tinha grandes ambições. Meu caso não era dos mais promissores, porque eu tenho muitos anos de estrada com pouquissima e até nenhuma estimulação sonora. Sem falar que eu já não tinha tanta plasticidade cerebral para aprender a ouvir de novo tão bem assim (tinha mais de 30 anos quando fui operada). Então, eu decidi que iria comemorar os ganhos que fossem, mesmo que pequenos. E é o que faço. Eu comemoro ouvir barulho de lata de refrigerante. Comemoro reconhecer o toque do meu celular. Comemoro quando reconheço falarem meu nome. Comemoro conhecer a melodia de uma música nova (tipo Save Tonight)…

Esta noite, estava sentada no computador, de costas pro marido, que estava no computador dele. Ele é barulhento no computador, sabe? Tudo o que ele faz, eu ouço, porque o cara não usa fone de ouvido. Normalmente, eu deixo o áudio do meu computador desligado ou uso o cabo especial que liga-o direto no processador do IC.

De repente, ele começou a ouvir uma música. Eu achei absurdamente familiar, embora não soubesse qual era. Só pensei ‘Nossa, essa é uma música que eu gosto!” e comentei isso com ele.

Ele fez uma cara de desdém, tipo ‘duvido que você conheça’ e disse: “Eduardo e Mônica”, conhece?

Respondi que foi uma das últimas músicas que ouvi e ele me mandou o link da propaganda da Vivo que homenageia essa música, vocês viram?

Só posso dizer que:

1. eu chorei copiosamente (pra variar) quando vi o vídeo. Um pouco pela música, um pouco pelo filme, um pouco pelo milagre de ouvir a música graças à tecnologia do implante coclear.

2. reconheço que a música me afetou mais do que supõe a vã filosofia mundana: meu marido é mais novo que eu e se chama Eduardo hahaha

Beijinhos sonoros,
Lak

40 palpites

  1. Eu vi hoje a tarde, amei, amei, amei essa música fez parte da minha infância quando meus pais ainda eram casados, iam amigos dele lá em casa com o violão e ficavam tocando músicas nacionais, e Eduardo e Mônica era uma delas.

  2. Kali disse:

    “… e quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração… e quem irá dizer que não existe razão…” . Coração aquecido com a música, com o vídeo super bonitinho e, principalmente, com o seu texto! 😀

    • laklobato disse:

      Hehehe lembra da paródia que a gente fez? “E quem um dia irá dizer que touro combina com escorpião.. Em quem irá dizer que tem que ter combinação…” haha te amo. Beijos

  3. Juliana Toro disse:

    A O² e a Vivo arrebentaram com esse filminho…aliás eu queria muito que virasse um filme mesmo. Arrazou geral, quem não lembra a música? quem não chorou ao ver as cenas tantas e tantas vezes imaginadas?
    Mas, sabe o mais engraçado de tudo isso? Qdo eu vi hj pela manhã eu pensei que a menina que interpreta a Mônica parece com vc! =D beijão querida! (sapoticons que eu adoro!!) 😀 😈 😎 😯 beijo no Lupi

  4. Lak,
    Achei que eu era a unica louca que assistiu esse video ontem umas 10 vezes! Hahahaha propaganda maravilhosa…qd era crianca imaginava como seria o Eduardo e a Monica…Amei!

    • laklobato disse:

      É, essa música faz parte do imaginário de muita gente. Afinal, é o tipo de história de amor que a gente sonha e vive: simples, única e especial! Os detalhes são detalhes… O vídeo reproduziu a música com maestria, né?
      Beijinhos

  5. Bia disse:

    Ah, que fofo… assim como filme… Legião Urbana é uma das minhas bandas preferidas e as músicas mais que nostálgicas… me faz lembrar de lugares e pessoas que, assim como o grupo, ficou lá no passado… bate uma saudade… imagino a sua sensação e emoção de poder escutar a música novamente… bjins 😀

    • laklobato disse:

      Lembro o Renato Russo morreu e me bateu aquela dorzinha no coração ‘pôxa, morreu antes de eu poder ouvir a voz dele de novo’. Mas, a graça de ser imortalizado é que a pessoa morre e a obra fica. Tantos anos depois, pude ouvir a música novamente e ainda chorar por mais um monte de motivos hehehe Beijos

  6. Deni disse:

    Que fabuloso uma música linda em forma de filme!
    Ficou perfeita!

    Ah! como eu não consigo discriminar, eu tinha a letra na cabeça para conseguir acompanhar um tequinho que fosse… 😉

    Bjão!

  7. Simone disse:

    Ah, Lak. Precisa falar de amor?! Não dá para escapar disso!!!
    😡 😡 😡 😡 😡 😡 😡 😡 😡 😡

  8. Marcelo disse:

    Demais! Musica linda mesmo, pena que não se fazem musica como antigamente.

    Beijos!

  9. GI disse:

    Não vale! Tô chorando! Eu fiquei uma semana ouvindo, pra anotar a letra da música e depois de uns dias ganhei o cd de aniversário com a letra completa he he he! Ficava imaginando como eles seriam, e sempre mudava os personagens na minha cabeça…Acho esta história de amor mais completa e real que tem! Me sentia a ‘Mônica’ e sempre procurava o ‘Eduardo’ da minha vida… Amava quando vinha poster nas revistas “Carícia’ e “Capricho” da Legião, ou as letras das músicas! Bons tempos que só voltam no nosso coração …

    • laklobato disse:

      hehehe e quem não ficou imaginando como seriam esses dois? Quem não queria viver uma história de amor que quebra todos os padrões de ‘conto de fada’? Uma história de amor humana e tão real quanto nós?! A música é linda, mas o que faz a gente viajar é a letra. Pura poesia de amor…
      Beijinhos

  10. Maíra disse:

    Também adoro essa música! Aliás, o Renato Russo é demais!! Só acho que a gravação podia ter cenas de Brasília, principalmente qd se fala do Parque da Cidade e do Planalto Central…

  11. Rogério disse:

    A Juliana tem razão: na cena em que está dirigindo, a ‘Mônica” é você. Sempre achei que o grande barato dessa música é uma espécie de ode às diferenças. Ela, centrada, culta e estudiosa, ele meio bobão, descompromissado e criança. Isto não foi empecilho para nada.
    Legal que tenha trazido essa emoção toda para você.
    Um beijo

  12. Vivi´s disse:

    Lakinha, ainda não vi o vídeo.. mas já me emocionei demais com seu texto, de novo!
    fico imaginando sua emoção….
    vc é incrível. é muito bom viver essa e tantos outros momentos com vc viu.
    bjs enormes nos meus afilhados

  13. fabiana disse:

    Eu também amo esta música e adorei o vídeo. Ficou muito legal mesmo ! ! O Eduardo do vídeo é igual ao da música. Só tinha em mente uma Mônica até mais adulta e gordinha (não sei porquê). 😀 😀 😉
    Feliz Dia dos Namorados ! !

  14. SôRamires disse:

    Que bom ver que a memória auditiva está viva e saltitante!
    Eu não conheço essa música, e a culpa é da surdez! Mas por outros caminhos.
    É de uma época em que eu,temendo perder totalmente a audição e o recurso das próteses, me dediquei a ouvir e estudar música erudita, jazz e música instrumental brasileira. Era como uma despedida de tudo que eu mais amava em termos de música, então os grupos populares dessa época passaram em branco.
    E também é coisa de idade né? Sou sexagenária! 😎

    • laklobato disse:

      hehehehe não importa o que a gente ouve, importa é a emoção que causa!! Preferência é de cunho pesssoal, mas a capacidade de se emocionar é uma qualidade humana.
      Beijão

  15. Maíra disse:

    Mas poxa, o Renato Russo é de lá, a música é de lá… então o clip tem que ser de lá! humpt!!!

  16. erica mendes disse:

    😀 ola boa noite !
    fico muito feliz de estar encontrando tantas pessoas especias como o meu bb e especial para mim .
    estou aprendendo a cada dia e hoje e mais um dia q aprendi olhando os saites de vcs .
    bom o meu bb nasceu de 5 meses e ficou surdo hoje com 1 ano e nove meses esta se preparando para fazer os exames pre-operatorios para implante coclear obrigada infinitamente por vcs escreverem sobre o implante coclear pois assim aprrendo a cada dia tenhu meu estou anciosa mas muuito feliz por saber q nao estou sozinha fica com DEUS Q O SENHOR ABENÇÕE VS RICAMENTE
    ABRAÇOS

    • laklobato disse:

      Erica, estamos aqui para ajudar mesmo. A gente sabe bem o que você está passando. Eu mesma conheço a deficiencia auditiva há quase 25 anos. Nada mais junto que compartilhar a experiencia e ajudar que está se deparando com ela agora.
      Se precisar de algo, é só avisar. Beijocas

  17. Rafael Pitanguy disse:

    LAk, meu nome eh Rafael Pitanguy e trabalho como diretor de criação da marca Vivo, na agencia Africa. Sou um dos criadores desse projeto, que cresceu muito e foi parar nos principais jornais e revistas do pais. Mas foi aqui, no seu blog, que li o texto mais bonito de todos.

    E se antes foi você quem chorou e se emocionou com o video, saiba que agora sou eu quem choro e me emociono com o seu texto. Muito obrigado.

    um abraço

    • laklobato disse:

      Rafael…
      Que emoção ver que meu texto chegou até quem criou a propaganda! hehehe
      Imagino que tenha sido uma emoção pra você também. Deve ser incrível ver que o que era um trabalho nosso se transformou num pequeno milagre para o outro. (se você me permite a pretensão de chamar o que passei de milagre).
      Te agradeço infinitamente por essa propaganda!! O que ela me trouxe de volta – um pedaço da minha vida que havia sido arrancado pela deficiência – não tem nada nesse mundo que seja capaz de retribuir!
      Abraço enorme

  18. Aaaaaaaaaah que lindo guriazinha! Teu post foi emocionante mesmo, mas mais que isso, os comentários também.
    A música é realmente inexplicável, é o alimento da alma, e LEGIÃO URBANA é simplesmente maravilhosa. A banda da minha adolescência, inesquecível!
    Beijinhos direto da ilha da magia( no momento quase congelada).
    kaka

  19. Greize disse:

    Nossa chorei também, aqui no DNO, estão tdos numa cachoeira só .Rsrsrsrs. 😡
    Me lembrou mtas coisas, consegui, ouvir, pelo computador(só consigo ouvir algumas musicas no pc).Qdo vi esse video, minha memória foi a mil, ouvi e pensei na hora como vc,conheço essa músicaaaaaaa.rsrs
    A Vivo, ja vem sempre com Legendas em suas propagandas, agora um dos criadores viu em seu Blog, e como eles podem atingir as pessoas tanto as que ouvem ou não.
    “Quem um dia irá dizer
    Que existe razão
    Nas coisas feitas pelo coração?”…O DNO é feito com o coração, tb né! 😉

    • laklobato disse:

      O DNO é totalmente feito com o coração, sempre falo isso hehehe mas não tinha feito essa relação que você fez (o verso com o blog). Meus zoinho até encheram d’água quando li esse teu comentário!
      Beijos

  20. karitha disse:

    Lakita vc como sempre transpirando a sua sensibilidade pelos poros hehehe
    essa música marcou minha adolescência,horas e horas divagando,sonhando com borboletas no estômago,qdo eu iria encontrar meu Eduardo,ou que bom seeria se eu fosse tão descolada qto a Mônica …
    A vida nos reserva tais surpresas qdo menos estamos em estado de expectativa hahahaha
    A vida não me deu um Eduardo,mas me deu um príncipe ogro,maravilhoso como o Shrek,meu oposto total,e a menininha que ansiava ser uma Mônica acabou virando uma Fiona,feliz para sempre rsss
    bjs Lakita 😀