Um beijo a mais

A gente vinha andando pela rua, minha mãe e eu. Fazia um sol gostoso, os carros passavam de maneira bem preguiçosa, porque era tarde de sábado. O mundo, silencioso por duas décadas,  agora tinha milhares de sons… Ainda não identifico todos eles, mas os ouço; hora com atenção, hora distraída.

Passando por uma loja, um carro ligou o motor pra sair da calçada onde estava estacionado, para ir à rua.

Minha mãe me segurou para que eu não ficasse na frente do carro, com essa candura que as mães tem com os filhos, tendo ele 8 ou 80 anos. As mães são assim…

Ela não percebeu que eu já tinha parado. Então eu disse, sorrindo: “não se preocupe, mãe, eu ouvi!”

Ela sorriu de volta, com os olhos cheios d’água – lágrimas que poderiam ser descritas como um oceano de tranquilidade – e, sem dizer uma só palavra, me deu um beijo no rosto, transbordando uma emoção que sou incapaz de descrever.

Eu fico feliz com cada som que reconheço, todos eles me dão aquela sensação de realização, mas nenhum deles teve  mais importância do que ver a plenitude do rosto da minha mãe…

Foi um daqueles momentos que fazem a vida toda valer a pena!

Beijinhos sonoros,

Lak

61 palpites

  1. Eliane Lobato disse:

    Verdade Lak foi um momento inenarrável!
    De repente depois de tantos anos…(23) não precisar mais me
    preocupar, apesar da candura dos 8 aos 80 rsrsrsrs.
    QUE BOMQUEBOMQUEBOMQUEBOMQUEBOMQUEBOM vc resgatando
    cada vez mais o mundo sonoro. Beijo te adoro 😳 🙂 🙂 😛

  2. Ferris disse:

    Emocionante mesmo…

    só não chorei pq ogros não choram… senão teria chorado…

  3. Juliana Toro disse:

    Ah Lak, transbordei de lágrimas aqui! Lindo! 😳 beijos!

    😎 😈 😀

  4. renata disse:

    Lak, lindo. beijos

  5. Simone disse:

    Lak, emocioante, ainda com a sua mãe!
    Que haja muitos momentos assim na sua vida e também na de sua mãe.
    Beijos.
    😎

  6. zuleid disse:

    Ai Ferris, eu chorei!
    Com saudades dos meus que estão distantes, e ler uma declaração de amor e alegria tão deslavada…Aiii….Eu chorei mesmo!!
    Tão lindo saber que ambas se beneficiam com mais uma conquista da Lak… Parabéns por conseguir expressar de forma tão linda o festejar do amor!
    Beijos!!!

  7. SôRamires disse:

    que lindo, me arrepiei e meus zoinhos brilharam sim mas de pura alegria, que lindo, que lindo!
    Beijos a Lak e Eliane 🙂

  8. Sueli disse:

    Ihhh fiquei com os zoinho cheio de lágrimas….

    Behttp://desculpenaoouvi.laklobato.com/wp-includes/images/smilies/icon_smile.gifijos pras duas 🙂 🙂 🙂 =)))

  9. Leandro Kdeira disse:

    Meus “zóio”ficaram hidratados.
    emocionante.
    Te adoro Lakita.

  10. Andressa Engel disse:

    Olá lak, esse post realmente é de muita emoção, bastaram poucas palavras p todos perceberem a grandeza do momento…adorei!!!!! Ainda mais que eu tenho uma boa noitícia!!! Essa semana começou tumultuada, pois depois do banho dei aquela olhada básico na cirurgia, p ver se estava tudo ok e levei um baita susto pq achei algo parecido com o que me fez retornar as quimioterapias da última vez….mas fui ao médico e ele disse que não é nada e que eu estou bem. Meu marido foi ao médico comigo, e depois da boa notícia do oncologista ele me deu outra boa notícia….minha cirurgia do IC foi marcada!!!!! Vai ser dia 19 deste mês, faço exame de sangue dia 17 e opero dia 19…Mistura total de emoções…alívio, medo, ansiedade, felicidade….mas enfim tudo ficou melhor do que estava e eu estou super feliz. Logo estarei te pentelhando ainda mais…
    Bjus

    • laklobato disse:

      Que noticia fantástica!! Fiquei muito muito muito feliz (com os olhos cheinhos d’agua de alegria)… Lembre-se que estarei com vc espiritualmente em todas as horas – porque infelizmente a distância me impede de estar presente fisicamente – e, no que você precisar, estou às ordens. Tenho muita fé de que essa cirurgia é perfeita pra você e dará tudo certo!!
      Adorei mesmo a notícia!
      Super beijo

  11. SôRamires disse:

    est post poderia ser patrocinado por uma fábrica de lenços…

  12. Lizandra disse:

    Guria! Chorei! [e hj não era dia de lágrimas pq hj é dia de “durona”]!!!
    Abri uma exceção.
    Agora vou ali no banheiro da firma me esconder!
    Até os olhinhos secarem!
    Quero estes sons tbém. E esta emoção se nao for pedir muito, para minha neta!
    Bj
    😡

  13. Juliana disse:

    Lindo!! Lindo!!!
    Muito emocionante!
    Minha história está se resumindo mais ou menos assim, quando coloquei o IC lembro q estava no quarto q não é perto da cozinha, de repente escuto um barulho irritante, fui até lá e perguntei p mãe: q barulho é esse? Ela só disse q estava esfregando com a vassoura. Não aceitei q fosse, fiquei com aquilo na cabeça, imaginando será q foi em outro lugar…. No outro dia q fui perguntar direitinho oq ela tinha feito além de esfregar, aí ela me disse q estava raspando os azulejos, aííí sim, eu aceitei q era o barulho q havia escutado, é mto bom, meu irmãozinho faz cada barulho diferente e fala vc escutou? É mta coisa p contar….
    Mudando de assunto eu voltei a trabalhar depois de 45 dias de merecido descanso, mesmo trabalhando tiro um tempinho para ler seu blog, tenho q concordar com vc, é cada sensação, cada som novo que às vezes pergunto para uma amiga q trabalha comigo, que som é esse? Ela fala, ainda ri. Já tinha explicado como é o processo, algumas pessoas ajudam, outras não aceitam q seja assim, tipo preguiça de acostumar, aprender a ouvir….
    Agora tenho q ir lá, secar meus olhinhos de lágrimas.
    Beijinhos!!!!
    Uma ótima semana p vc!! 😀

    • laklobato disse:

      Linda!! Adoro teus relatos…
      E, não dê trela pra gente burra. Tem gente que não entende que um bebê leva anos formando a memoria auditiva. Não tem como um adulto deduzir tudo a base de 22 eletrodos, de uma hora pra outra!! Fica tranquila que a fase de adaptação é comum de todos nós…
      Beijo

  14. Julia disse:

    Belissimo! Obrigada por compartilhar!

  15. fabiana disse:

    Me emocionei tb. 😡 Mães…. sempre elas a nos fazer chorar de emoções depois de uma certa idade, né? 😉 😥
    Bjss

  16. Rogerio disse:

    Simplesmente lírico e generoso. Quando a gente acha que chegou no topo do ‘priceless’, surge um fato ou situação para mostrar que a emoção é um troço que tem muitas fontes e origens.
    Com poucas palavras você conseguiu emocionar a toda sua legião de fãs e amigos, e agradeço muito por compartilhar esse momento conosco.
    Um grande beijo pra voce e pra mamis.

  17. Mariana disse:

    Reforçando os comentários, mas que texto mais lindo, Lak! Devia lançar um livro, com certeza! 😉
    É muito emocionante mesmo ouvir uma coisa que você não era capaz de ouvir antes, mesmo aquelas coisas que são banais para a grande maioria das pessoas. Antes, eu não sabia como eram os sons dos pássaros, e mamãe imitava pra mim. Daí, ano passado, comecei a usar o AASI digital (eu usava o convencional quando criança, mas não conseguia me adaptar). Chegando na casa de meu pai, eu fiquei intrigada com uns barulhinhos engraçadinhos e perguntei “que barulhinho é esse, mãe?”, e mamãe sorriu, com o rosto todo iluminado, “você está ouvindo os pássaros, filha!” Ver as nossas mães felizes não tem preço! 🙂 😳

  18. Paulo Fodra disse:

    Puxa, Lak! Tá mais que aprovada! [pausa para enxugar as lágrimas] Alguém aqui deveria se arriscar mais a contar histórias… 😀

    Beijocas!

  19. Paty disse:

    Lindo demais, Lak!!! Assim como o Leandro, eu também hidratei os zóio… Bjo grande.

  20. Armando Austregésilo disse:

    Comovente e Feliz! Beijos, Armando.

  21. Bruna disse:

    Me junto ao povo emocionado, que chora com as alegrias dos amigos. Sem palavras. Mil bjs

  22. April disse:

    Bem, todos já disseram como foi emocionante né, que bom que vc compartilha conosco esses momentos.
    bjs.

  23. Miriam disse:

    Como eu disse, raramente comento, mas…essa não posso deixar passar: sua mãe é mesmo o máximo!

  24. Mari Hart disse:

    Vc sempre me emociona! :))

    Um grande beijo estalado!

  25. Jairo Marques disse:

    Escuta esse: SMACK!!!

  26. zuleid disse:

    Humm…tenho vindo todos os dias aqui e nada de post novo…será que vc está escondendo algo????
    Beijos!!! 😛

  27. Ligia disse:

    Deixando recadinho só pra dizer que chorei também…rs, nem precisava, não é?!

    Foi muito gratificante, um momento lindo e especial de sua vida, e que mais uma vez você compartilha com seus leitores! Bjs 🙂

  28. Leila disse:

    Que lindo momento! Eu segurava minhas filhas na rua. Agora elas me seguram …Vai ver estão pensando que estou ficando velhinha. 😛

    Vc vai ter muitos momentos emocionantes ao lado daqueles que te amam.

  29. Leila disse:

    Vc tb é de ouro, Lak 😉

  30. Meus olhos ficaram transbordantes de lágrimas ao ler este lindo post LAK…
    É assim mesmo minha querida…..
    Feliz por vcs…
    Bjnhos !!!

  31. Kali disse:

    Nem preciso dizer que ainda vai demorar prá eu parar de chorar, né? Afe!!!

    Amo vcs!

    Beijossss

  32. Ivany disse:

    Não tem como não se emocionar… Parabéns pela sua evolução com o IC!!!

  33. Marcela Cordeiro disse:

    Ah que emoção!! 🙂
    Mas olha Lak, mesmo ouvindo, sou muito distraída, as pessoas que me acompanham PRECISAM me segurar pra atravessar, tem vezes que tô nem ai e atravesso mesmo!kkkkk
    Só essa doida aqui…rss
    Mas é ótimo saber o quanto sua evolução com IC tem melhorado muito sua vida.
    Que continue sempre assim!
    Bjos

  34. Elisangela de Souza Azevedo disse:

    🙂 Oi! meu nome é Elisangela, tenho 27 anos, sou deficiente auditiva bilateral
    severa moderada, admiro muito sua força de vontade e o jeito como vc lida com
    a sua deficiencia.
    Obrigada muito prazer em conhece-la. Elis

    • laklobato disse:

      Elis, eu tento seguir o ensinamento de Buda: “A dor é inevitável, o sofrimento é opcional.” A gente pode não escolher a música, mas sempre vai poder escolher como dançar.
      Adorei a visita ao blog, espero que você se sinta em casa por aqui. No que eu puder te ajudar, avise.
      Grande beijo

  35. Elisangela de Souza Azevedo disse:

    Oi lak tudo bem?
    Quero te contar uma história legal, do meu irmão mais novo, eu e ele nascemos com quase a mesma perda auditiva, eu só fui ter meu quando comecei a namorar com o meu marido, tinha 20 anos,então bem depois que eu já tinha me casado eo meu filho já tinha nascido, que conseguimos comprar o primeiro aparelho do meu irmão Henirque, que na época tinha 12 anos, no dia marcado para buscar o aparelho, ele estava super animado. Eu e o meu marido famos com ele até o centro de São Paulo, depois de todos os teste ele já saiu usando aparelho. Nós viamos no rosto dele que agora ele estava experimentando um mundo novo!!!
    Dentro do ônibus, qualquer barulho ele olhava .Só que o mais interessante foi quando passamos no Shopping, foram ao banheiro, na hora de lavar mãos, ele olhou todo espantado pro meu marido e disse “Japa… eu tô ouvindo a água da torneira caindo!! tô ouvindo vc puxar o papel… que legal tô me sentindo igual o “Demolidor” (o herói cego da marvel) !!!
    Ele disse isso com uma gota de lágrima nos olhos. Meu marido se emocionou, quando me disseram dando risadas, eu chorei também!!! Se para muitas pessoas o som do papel, a água caindo da torneira é uma coisa simples e normal… para mim e o meu irmão… ouvir é como ter os poderes de um “Super Herói” Só mesmo a gente, Lak… sabemos dar valor a isso!!! Muito obrigada, depois te conto minha história. Bjus. Elis 🙂