Categoria: Causos Silenciosos

Um sonoro “parabéns a você”

Um sonoro “parabéns a você”

Final de expediente no escritório. E a tarde tinha desenrolado vagarosamente, afinal, era sexta feira. A preguiça imperava no ar, com aquela tentativa disfarçada de empurrar o que podia ser adiado para segunda-feira.  E...

Papo de bebê

Sábado, foi aniversário de 90 anos do Seu Ricardo, avô do Edu. Na verdade, não sei se no próprio sábado ou alguns dias antes, mas a festinha pra família foi no sábado. Edu tem...

Parando para pensar

A gente está careca de saber que ouvinte, quando pensa, pensa “ouvindo” sons. A priori, isso é o natural, porque desde cedo somos bombardeados com sons do mundo e usamos essa referência sonora para...

Problema teu!

Problema teu!

Ontem, fui tomar um café com donut ali perto de casa, com o Edu. Mania que eu peguei na Espanha, que adota esse nutritivo café da manhã como praxe. Serião, você acha esse cardápio...

Imagens que valem por 1000 palavras

Primeiro, peço desculpas pelo sumiço. Eu tirei férias e aproveitei para me afastar de tudo, inclusive da internet, porque sei que ando viciada demais nela hehehe Estive viajando para outros países, onde falava-se idiomas...

Eu, robô.

Como venho falando por aqui, meu Implante Coclear vem dando umas falhadas cada vez mais frequentes. Acreditava piamente que seria algum problema na parte externa do IC, afinal, é um aparelho e, como tal,...

Reflexões sobre o implante coclear: 10 meses depois

Reflexões sobre o implante coclear: 10 meses depois

Estava aqui curtindo (“curtindo” é ótimo!) uma madrugada de insônia, quando pus-me a reler textos antigos do blog. É engraçado, eu tinha prometido a mim que não faria o DNO um diário virtual, mas...

Pequenos milagres

Pequenos milagres

Sábado, fui ao shopping almoçar. Até aí, nada demais, programa banal de sábado… Estávamos no restaurante – é engraçado, pode ter umas 10 pessoas na mesa, que os garçons sempre querem falar comigo, não...

Delícias sonoras, mais uma vez…

Delícias sonoras, mais uma vez…

Ando meio preguiçosa para escrever  – é fase – então, vou apenas relatar algumas delicinhas sonoras (e visuais) sem muito gancho de uma pra outra, porque coerência narrativa está além do que a perguiça...

É o refrão!

Uma das coisas que os ouvintes parecem ter obcessão de me perguntar é sobre música. Para uma pessoa que sempre ouviu, parece impensável que dá pra viver uma vida boa e plena sem ouvir...

%d blogueiros gostam disto: