8 anos de DNO: Como o Implante Coclear transforma a vida?

Dia 17/04/2017, o “Desculpe, não Ouvi!” celebra 8 anos de existência. E como não poderia deixar de ser, a data é marcada pela alegria de compartilhar minha história com centenas de pessoas. O que era um mero passatempo, ganhou enorme proporção e deu um sentido todo especial à minha vida!

Mas, este ano, em vez de falar de mim (eu adoro falar de mim, lógico), que tal falar sobre o implante coclear? Sobre a importância dele na vida de implantados? E que tal não ser eu falando? Mas pessoas que vivem essa realidade todos os dias, assim como eu? Celebrar o DNO é celebrar o implante coclear. É celebrar fazer parte de um grupo de pessoas que tem oportunidade de ouvir a trilha sonora da vida através de uma tecnologia. E escutar a trilha sonora pode representar muitas coisas: interação com os outros, aprendizado, prazeres, etc. Ah, deixa o povo falar por si mesmo:

Como o Implante Coclear Mudou sua Vida??

Essa era a pergunta e cada um entendeu e comentou do seu jeito….

Para mim, o implante coclear representa uma segunda chance. De ouvir o mundo, de crescer,  de perceber, de transformar. E foi através do DNO que eu tive oportunidade de partilhar essa segunda chance.

De verdade, eu acredito que cada pessoa tem sua experiência com o implante. Algumas boas, outras maravilhosas e outras nem tão boas assim. Mas, cada história é única e merece ser contada!

Obrigada todos que passam pelo DNO ontem, hoje e amanhã. Que este seja apenas um de muitos aniversários do blog!

Beijinhos sonoros,

Lak

 

1 palpite

  1. Aline Brito Aline Brito disse:

    Parabéns, realmente o ic transforma vidas positivamente e negativamente. Ha oito anos atrás transformou a vida do meu filho lhe devolveu a audição e consequentemente a melhora da fala, apesar da manutenção ser muito cara,com a ajuda dos familiares estávamos conseguindo comprar o que era necessário, mas infelizmente em junho de 2016 ele parou de funcionar o conserto ficou no valor de 6 mil reais como não tenho esse valor procurei vários órgãos públicos (prefeitura, MPE, DPU, TRF1) mas até o momento não obtive êxito e meu está sem ouvir desde então, a fala se tornando incompreensivel fico angustiada sem saber a quem pedir ajuda tudo o que me falam e que tenho que esperar e eu nem sei se vou conseguir. Outro dia ele me perguntou se ele morresse ele nasceria surdo novamente fiquei arrasada muito triste

%d blogueiros gostam disto: