Modelos de Aparelhos Auditivos (AASI)

Perda auditiva tem solução! E ao contrário do que muitos pensam, o Implante Coclear (o xodozinho aqui do DNO) nem sempre é a melhor indicação para todos os tipos de perda. Para muitos casos, o aparelho auditivo convencional (AASI: aparelho de amplificação sonora individual) é muito mais recomendado. Contam com a vantagem de serem fáceis de incorporar na rotina (já que não envolve cirurgia) e poderem ser testados até que o usuário encontre um modelo ideal para a perda dele.

A maioria das marcas possui uma gama de modelos, com diferentes diversos formatos, custos e indicados para os mais variados níveis de perda. Por isso, na hora de comprar o seu companheiro do dia-a-dia, não basta apenas ver o preço. O ideal é que o candidato experimente aquele mais confortável para si e encontre um que ofereça uma amplificação sonora boa o bastante para suprir o déficit auditivo. Por isso, conversar com um profissional de fonoaudiologia é o primeiro passo, para que a indicação possa ser feita de acordo com a audiometria do candidato.

Abaixo, uma tabela para entender o que significam as siglas e nomes referentes a cada modelo, características e indicações. Lembrando que essas indicações são aproximadas, pois variam de acordo com cada marca e cada caso.

IIC: Invisible-in-Canal

São chamados de aparelhos auditivos invisíveis porque são colocados bem fundo no canal auditivo. Eles são tão pequenos que é difícil alguém perceber que você está usando.

Normalmente indicado para perda auditiva leve a moderadamente severa
Leve a Moderadamente Severa

 

CIC: Completely-in-Canal

São aparelhos auditivos discretos, que ficam completamente dentro do canal auditivo.

Normalmente indicado para perda auditiva leve a moderada
Leve a Moderada

 

ITC: In-the-Canal

Ficam dentro do canal auditivo, mas uma parte é visível externamente

Normalmente indicado para perda auditiva leve a moderadamente severa
Leve a Moderadamente Severa

 

MIH: Microphone-in-Helix

São aparelhos parecidos com o CIC ou ITC, mas com um microfone separado que fica posicionado na hélice (margem elevada da orelha)

Normalmente indicado para perda auditiva leve a moderadamente severa
Leve a Moderadamente Severa

 

ITE: In-the-Ear
Half shell ou Full shell

São aparelhos auditivos que se encaixam na parte de dentro da orelha, ocupando totalmente ou parcialmente o pavilhão auditivo.

Normalmente indicado para perda auditiva leve a severa

 

RIC: Receiver-in-Canal
Também chamado de RIE: Receiver-in-Ear ou RITE: Receiver-in-the-Ear

Aparelho auditivo é colocado atrás da orelha. Ele capta e processa o som e envia para um pequeno receptor (tipo um fone de ouvido) que fica dentro do canal auditivo.

Normalmente indicado para perda auditiva leve a severa

 

BTE: Behind-the-Ear

O aparelho auditivo que é colocado atrás da orelha possui todas as funções. Um pequeno tubo conectado ao molde, leva o som amplificado para dentro do canal auditivo.

Normalmente indicado para perda auditiva moderada a profunda (alguns casos)
Moderada a Produnda

Beijinhos sonoros,
Lak Lobato

3 palpites

  1. que legal…assim como há diversidade na surdez existe diversidade nas soluções…ótima postagem.

  2. Deuza Soares olha o que te falei. 🤗