O implante coclear do Marcelo

Alguns meses depois da minha cirurgia do Implante Coclear, acessei meu perfil do Orkut e uma foto me chamou atenção.

Era de um rapaz que havia conhecido algum tempo antes, na comunidade de Surdos Oralizados. Nem lembrava direito quando o havia conhecido e raramente nos falávamos, mas a foto dele me instigou não sei porquê. Não era nada demais, apenas uma foto de perfil, que dava um certo destaque ao AASI (aparelho de amplificação sonora individual) que ele usava.

Deixei um recado no perfil dele, comentando da foto. Ele respondeu com gentileza e educação, agradecendo o comentário e perguntando como eu estava. Comentei que havia feito o Implante Coclear e estava muito feliz com o resultado…

Ele ficou interessado no meu relato e fez um monte de perguntas sobre o IC. Respondi as dúvidas mais imediatas e indiquei o DNO.

Para a minha surpresa (não sei se não sabia ou se apenas  não me lembrava) o caso do Marcelo era exatamente o mesmo que o meu: surdez aos 9/10 anos, por sequela de caxumba. A diferença era que Marcelo sempre usou AASI, o que deixou a cóclea e a memória auditiva sempre estimuladas e, pela diferença de idade, ele tinha bem menos tempo de privação sonora.

Foi então que se iniciou uma cumplicidade toda especial entre nós. Ele decidiu que faria o Implante e pediu todas as coordenadas do HCFMUSP para fazer com o Dr. Koji, meu médico que adoro e recomendo para todo mundo!

Marcelo deu início ao longo e demorado processo pré cirúrgico dele: fez todos os exames exigidos, experimentou novos AASIs (para ver se realmente era o caso de implantar) e enfrentou uma aparentemente interminável batalha com o convênio dele, que parecia não autorizar nunca a cirurgia. Inclusive, no final do ano passado, a data marcada foi cancelada faltando apenas duas semanas para a operação.

Cada vez que aparecia um novo obstáculo, a gente xingava o mundo juntos, mas o desejo de ser implantado do Marcelo só parecia aumentar. A determinação dele era surpreendente e invejável!

Há cerca de 20 dias, ele soube que a cirurgia dele fora agendada para 27 de julho e contou  nos dedos cada dia que faltava para este grande dia.

Ontem, dia 27/07/2011, cerca de 12h50, recebi um recado no celular “Oi, Lak. Já fiz a cirurgia, você vai vir me ver?”. Meu coração deu um pulo, porque sabia que, pelos meus cálculos, ele devia ter acabado de chegar no quarto (são cerca de 2 a 3 horas de cirurgia e 1 a 2 horas de observação no centro cirúrgico).

Como poderia recusar um chamado desses? Pedi o número do quarto, que ele me passou já com o horário de visitas.

Quando estava indo para o Hospital das Clínicas, de metrô, uma senhora puxou conversa comigo. Alguma bobagem sobre o ar condicionado. Quando respondi, ela notou o sotaque típico da minha voz e perguntou se eu era estrangeira. Respondi com um sorrisão que não, explicando que era deficiência auditiva e mostrei o aparelho na orelha. Ela arregalou os olhos e, com um belo sorriso também, disse “Nunca vi alguém encarar algo assim de forma  tão animada quanto você!”. Falei que não era algo que me incomodava e, por isso, tinha prazer de explicar sobre a minha condição, afinal ninguém nasce sabendo. Ela, então, respondeu “E você canta? O seu timbre de voz é tão bonito!”. Respondi que não, que isso eu tinha um pouco de vergonha. Ela completou “A vida é muito curta para a gente perder tempo com vergonha. Quem sabe cantando, você consegue soltar mais a sua voz. Se bem que o seu sotaque, cá entre nós, é um charme!”. Ela desceu na estação seguinte de ter me dito isso. O que me deixou pensativa, pois era um dia especial para Marcelo e, ao mesmo tempo, acabei ouvindo algo especial também, de uma total desconhecida.

Chegando no HC, vi um rapaz todo animado, que nem parecia que havia tomado anestesia geral há poucas horas. Marcelo estava ótimo, falante  e incapaz de ficar quieto, acompanhado da irmã mais velha, Marcela.

Ficamos conversando até o fim do horário de visitas, que infelizmente passou super rápido…

Marcelo terá alta amanhã.

O mais bacana foi que, saindo do quarto, encontrei Dr. Koji, que me disse que o aparelho implantado nele foi o mais moderno da Cochlear, Nucleus 5. E também me contou que foi bom eu ter ido, porque Marcelo não parava de falar de mim hahaha

Acho que é por isso que sempre digo que o IC foi um milagre na minha vida. Não apenas pelas delícias sonoras e descobertas auditivas que ele me proporciona, mas também pelas vidas que se entrelaçam com a minha, por conta da constante troca de informação sobre essa tecnologia. Somos praticamente irmãos de fraternidade cyborg unidos pelos eletrodos.

Beijinhos sonoros,

Lak

 

39 palpites

  1. rodolpho disse:

    muito legal.
    mais um que vai ficar com um fone eterno na zoreia, se é que parece um fone, né, não si. aaaaa
    mas sem brincadeira, gostei da história. mais um que criou coragem, lutou e conseguiu.

  2. Maíra disse:

    Adoro ver nós todos unidos e sempre sendo cúmplice um ao outro. Parece a corrente do bem, damos e recebemos. Recebemos e damos.
    Desejo sucesso e felicidade ao Marcelo nesta nova etapa que terá inúmeros aprendizados e histórias para contar.
    beijinhos

  3. Mariana disse:

    Que lindo o guri todo animadão! O plano dele me revolta demais, deu vontade de ir pra lá dar um carão nesse povo. Mas agora, o que importa, é que finalmente aconteceu. Esse ano tá sendo tão especial para mim. Conheci vocês (ainda que virtualmente) e outros implantados queridos, trocamos figurinhas, compartilhamos descobertas, recebo notícias ótimas como essa que só me faz transbordar de felicidade!

    Eu adoro a história de como vocês se conheceram, ele me contou. Tu sabe que você é a nossa musa de IC, né? Então, falamos muito de você! Rs. Queria te dar um super abraço agora e abraçar Marcelo também. Vocês estão me deixando muito sentimentalóide, hein… fazendo a menina aqui chorar… tô muito emocionada e muito feliz por ele! Porque houve momentos que ele achou que não ia rolar mais, que não ia aguentar mais a luta… mas ele foi forte!

    Beijão, Lak. Lindo post e lindas fotos!

    • laklobato disse:

      Hahaha vcs dois, viu? Não sabem o quanto fazem meu coração quase explodir de alegria, de emoção, de orgulho! Um dia, a gente vai sentar os três e conversar por horas, ouvindo as vozes uns dos outros através do Implante Coclear! De certa forma, nossas vidas estão ligadas por muito muito tempo!
      Beijocas

  4. Lak como gostei de saber dessa linda história de amizade, tbém sou amiga do Marcelo, ele é um super amigo, fiquei feliz que vc foi visitá-lo, eu tbém o visitei mas por “mensagem de celular”, fui na segunda-feira pra Sampa, não consegui trocar a data da consulta..Gostaria muito de ter ido ontem que ai conseguiria vê-lo depois da cirurgia, mas…. 😐

    Um abraço e amei a foto, lindo o post…

    Mônica Mendonça

    • laklobato disse:

      É, acontece, né? Nem sempre as datas encaixam. Eu queria MUITO ir no encontro do FIC do Rio e, infelizmente, não vou conseguir. Mas, acredito, o importante é a intenção do ato. Marcelo estava feliz com a realização do sonho dele ontem… E sabia que muita gente estava torcendo por ele…
      Beijocas

  5. Marisa disse:

    Boa tarde, Lak! S 🙂 ou surda bilateral há vinte e poucos anos, tenho 54 anos. No ano passado falei com você sobre a possibilidade do IC, que estavam sendo avaliadas na Unicamp as minhas necessidades e eu tinha algumas dúvidas, mas disse a você que gostaria de ser mais independente e voltar a usar o telefone etc. Você até me respondeu que eu não deveria criar muitas expectativas quanto a isso pois nem sempre era 100% de chance de isso realmente acontecer, enfim, foi mais ou menos assim a sua resposta, o que me fez muito bem, pois passei a encarar que o IC seria bom para mim independente de voltar a falar ao telefone ou não. Pois bem, hoje já estou implantada desde o dia 14/06/2011 e estou aguardando ser chamada para ativação que pela lógica acontecerá daqui alguns dias (se Deus quiser). Vi uma foto sua no blog em que você não tem nem mais a cicatriz, mas além dela ficou alguma saliencia em sua cabeça? Não consegui perguntar para os médicos e isso está me deixando um pouco preocupada, pois parece um galo, é assim mesmo que fica? Fico esperando uma resposta sua, mas muito obrigada por compartilhar suas historias com a gente, elas incentivam muito. Ainda não posso dizer beijinho sonoro, então só beijinho! Marisa.

    • laklobato disse:

      Mariiiiiisa, que noticia maravilhosa!! Fico feliz com o seu implante. Espero que vc goste dele tanto quanto gosto do meu e consiga tudo o que você desejar com ele.
      Sim, a parte interna do IC deixa um calombo sim. Não chega a atrapalhar em nada, nem fica visivel, mas passando a mão, a gente sente. Isso se deve ao fato que, com exceção dos eletrodos, a parte interna é subcutânea. Mas, fica tranquila, que isso ajuda no começo a acertar onde encaixar a antena da parte interna hehehe
      Beijocas e apareça mais. Quero noticias dos seus progressos, por favor!

  6. Deni disse:

    Que linda essa história de amizade!
    Parabéns ao Marcelo pelo implante e a Lak por incentivar as pessoas a conquistar o sonho de ouvir!

    Beijos,

  7. Lívia disse:

    Oi Lak!
    Realmente, todos nós temos uma historia a compartilhar.. Cada um de nós viveu com os companheiros cyborgs algo de mágico, intenso… Torcemos muito para o Marcelo e espero q logo ele esteja por ai… todo serelepe!!!
    Lí o post da Marisa, que implantou recentemente na Unicamp e tb fiquei emocionada com a historia dela. Realmente, não podemos nos encher de expectativas… Cada implantado é unico e cada um tem o seu tempo. Implantei com 49 anos, após muitos anos de silencio profundo – perdi a audição com 04 anos – e só agora começo a compreender melhor os sons de fala…Se ela quiser trocar idéias, pode dar meu contato p ela, ok?
    E, me diverti muito com o post do metrô de SP … a “voz do além” foi umas das primeiras coisas q me surpreendeu qdo estive ai implantada e minha emoção foi também como vc descreveu… um misto de surpresa e curiosidade… Rsrsrs

    • laklobato disse:

      Hahahahahahhaa demais compartilhar essas experiências, né? Acaba virando mesmo uma ‘fraternidade’!
      Passarei seu contato pra Marisa sim, pode deixar.
      Beijinhos

  8. Marcelo disse:

    Obrigado Lak!
    Adorei sua visita e essa homenagem, realmente a primeira coisa que fiz quando eu estava consciente foi mandar uma mensagem para você, e ter a sua visita naquele momento tão especial me deixou muito mais feliz.
    Esse dia foi maravilhoso e que venha a ativação!
    E agradeço também a cada um que oraram, torceram, incentivaram e me apoiaram nessa luta, mas o mais importante de tudo foi que consegui chegar até aqui e a partir de agora marco uma nova fase em minha vida, essa, muito mais feliz!
    Obrigado Lak!

    • laklobato disse:

      Marcelo, dependendo de quando for a ativação, se você quiser (e eu puder, claro), vou com você, gravamos e ai, divulgamos seu video na net, que tal? hahaha
      Beijos

  9. Marcelo disse:

    Lak! Adorei sua ideia!
    Que venha a ativação!
    Beijos!

  10. Odirley disse:

    Ae, Marcelo!
    Q bom q a cirurgia deu td certo!
    Agora é só esperar o meu intérprete oficial voltar, rs!
    E meu defensor favorito tbm! hehe …
    Até mais…

  11. Marcela disse:

    Algo legal que eu queria partilhar, no momento q ele era levado para o centro cirúrgico, ele todo sorridente dizia ” Estou realizando mais um sonho da minha vida ” mostrando q independente das dificuldades encontrados no processo, tudo valia a pena, porque se tratava de um sonho, que graças a Deus se tornou possível e que venha a ativação e a realização de outros sonhos.
    Valeu pelo post, ele ficou imensamente feliz com ele e com sua visita.
    Abraços

    • laklobato disse:

      Adorei tê-lo visto realizar um sonho. E adorei mais ainda ter feito parte disso, especialmente na visita. Adorei conhecer você também!! Beijocas

  12. TAMIRIS disse:

    Fico feliz por saber que a cirurgia foi um sucesso
    Essa é uma das etapas mais importantes da sua vida!!!
    Você vencerá todos os obstaculos assim que encontrar no caminho….
    que bom saber que mais um sonho seu esta sendo realizado
    parabens pela confiança que voce teve durante o processo e conseguiu chegar ate o fim
    sucesso na vida!!

    TAMIRISS$$

  13. Júlio disse:

    Olá!!!

    nossa que lindo ver isso, sou amigo da Marcela, irmã do Marcelo, ja tinha ouvido muito falar sobre ele, e sobre o seu empenho para ajudar outros surdos. fico feliz com esse sonho realizado!!

    parabéns Marcelo!!!

  14. Cláudia disse:

    olá, meu filho…sabes como gosto de ti…desejo q nesse novo caminho vc conquiste os sonhos determinados….vamos juntos a luta….Deus te Abençoe…Claudia…Bjosssssssssssssssssssss

  15. bea disse:

    Muito legal ver mais um cyborg no planeta Terra! ehehe bem vindo !!!!!!!!!
    Com certeza o Marcelo vai aproveitar pra caramba essa nova etapa da vida dele! E quero deixar um abraço também para o Dr. Koji, que também foi meu médico incrível !
    Parabéns !

  16. Claúdia disse:

    “tem anjos em todo lugar…..e vc és um dele….obrigada..pela felicidade do marcelo…..Deus te Abençoe…..bjossssssss..Claúdia

  17. Marcelo disse:

    Adorei o seu relato. ajudou a diminuir a minha ignorancia.
    Parabéns.
    Sua história é motivadora
    Abraços

    Marcelo – Palmas -to

    • laklobato disse:

      Ninguém nasce sabendo, né? Dai a gente compartilha as histórias pra poder ajudar quem não sabe… Afinal, nós mesmos já fomos desinformados hehehe
      Beijocas

  18. Neusa disse:

    Como é bom poder realizar sonhos! O Marcelo acabou de realizar mais um e como é bom saber que pessoas queridas estão felizes. A lak, meu carinho, mesmo sem conhecê-la. Pelo que entendi vc faz parte dessa conquista do Marcelo e isso é muito bom. Arriscar faz parte, senão não dá pra saber como será… Ao Marcelo, desejos de muitos outros sonhos realizados! bjs pra vcs

    • laklobato disse:

      Neusa, eu apenas dei algumas indicações do caminho a ser seguido, e ele quisesse fazer o IC e fiz companhia até chegar o grande dia. O mérito da conquista do Marcelo é todo dele!! Ele é um vencedor! Beijocas

  19. Mairá disse:

    ola, parabens pela história..Deus sabe colocar as pessas certas no momento certo na nossa vida..

    Que vc seja muito feliz Marcelo e que este seja apenas alguns de todos os desafio que vc irá conseguir conquistar em sua vida..
    Abraço

  20. Patricia/Kauê disse:

    Ohhh Lak, que lindo relato, e que invejinha de vcs dois, tão pertinho e eu longe, lá ponta do Brasil, eu disse para o Marcelo que era mais fácil pra ele do que pra mim, viu Marcelo era disso que eu tava falando. kkkk
    Olha sei que a luta foi grande, mais quanto maior a luta, melhor é o gosto da vitória. 😉
    Adorei a História Lak, vou esperar pelo relato da ativação, vai ser super emocionante também…bjim 😛

  21. Geraldine disse:

    Oiiii ! acabei de falar com o Marcelo pelo msn do facebook…. gente queria ter mais tempo no dia para poder falar com todo mundooo!!! eu só fiquei sabendo da cirurgia… mas que legal!! é o nucleus 5!!! e cada vez mais me apaixono pelos deficientes a estória de vida, apesar de ser dolorosa muitas vezes e sofrida, é cheia de vitórias… coisas que muitas vezes voce não vê com pessoas ‘normais’/ouvintes que sempre reclamam da vida…. e tem mais… tem gosto de quero mais e de vencimento de obstaculos um após o outro, ainda que o caminho seja cheio de espinhos. adoreiiiii e queria conhecê-los e muito… sempre tenho mais e mais vontade….beijãooo em voces meus queridos amigos e ‘irmãos espirituais’ ! pois como a Lak disse estamos conectados espiritualmente COM CERTEZA!!! 😀 🙂

    • laklobato disse:

      Geraldine, não somos diferentes de vocês. Nossas histórias não são necessariamente piores. Cuidado pra não nos usar como referência pra ‘desgraça’ ou exemplo de ‘superação’. Isso nos rouba a humanidade e tenta criar uma ilusão de que falta de deficiência é igual a ausência de problemas ou que deficiência significa necessariamente problemas. A vida não é assim. Deficiência ou falta dela não define sucesso ou fracasso, não define carater, não define uma vida boa ou ruim.
      E ter deficiência não nos torna diferente de vocês, a ponto de você falar de nós como um grupo diferente.
      Preconceito embutido em elogio só escancara o preconceito!

  22. Plínio Corrêa Sileira disse:

    Olá, Laki, sou novo por aqui, é um prazer conhecer no blogue, ideal para surdos oralizados e implantados.
    Adorei a postagem sobre o implante coclear do Marcelo, que eu e ele nos conhecemos lá num SENAI.

    Está de parabéns, Laki!
    E abraços pro seu companheiro, Marcelo!

    (Desculpem o meu nervosismo! 😀 )

    • laklobato disse:

      Sim sim, o blog foi feito pros surdos oralizados, aparelhados e implantados se sentirem em casa.
      E, o Marcelo é um amigo querido de todos nós, né?
      Beijocas