13 palpites

  1. Stella Rissi Stella Rissi disse:

    Excelente. 👏👏👏🎀🎀🎀💙💙💙

  2. E quando o psicólogo é implantado também heim? Ahhh que maravilha neh ❤(rsrs, é pq amo ser psicóloga). Muito bom o texto Lak, excelente! Acredito que o pré e pós operatório necessitam sim de um acompanhamento com psicólogo, mesmo que mínimo, e é bem isso tudo o que você falou. 👏

  3. Oi, Lak!! Tudo bem? Sou psicologa, deficiente auditiva e fiz um curso sobre o atendimento psicológico direcionado para equipes que trabalhem com Implante Coclear, oferecido pela equipe do HC. Primeiramente, em todos os procedimentos que envolvem cirurgias e que prometem grandes resultados, é necessário a avaliação do psicologo, esta avaliação dificilmente ocorre com menos de 5 encontros (é a média que utilizamos para triagem psicológica, dá pra fazer com 5 ou 10 encontros). No seu caso, você era candidata porque já tinha ouvido e tinha memoria do som, mesmo tendo ficado muitos anos sem ouvir, mas com certeza havia um risco de se criar uma grande expectativa sobre voltar a ouvir, e não ser atendida. Por isso quanto mais jovem for a pessoa que deseja fazer implante coclear, melhor são as chances de sucesso. Há toda uma questão de aprendizagem do som, que é desenvolvido na fonoterapia. Por isso a avaliação psicológica precisa ser cuidadosa. Acredito que a maioria das equipes que realizam implante tenham psicólogos para esta avaliação.
    O que vc disse é verdade, os corpos são diferentes, reagimos de formas diferentes e criamos expectativas sobre as coisas. Continuar no atendimento psicológico depende de como as pessoas lidam com as situações de sua vida e isto cabe ao cliente e o profissional decidirem juntos. E claro que se o cliente quiser, mesmo que não tenha indicação do profissional ele pode, afinal a psicoterapia oferece uma possibilidade enorme de autoconhecimento.
    Beijos e sucesso!!!

    • Lak Lobato disse:

      Oi, Raquel! Na verdade, foram 5 consultas, pq eu abandonei o programa e voltei. E tive que passar de novo pela triagem. Foi um caso bem dificil de aprovarem, não apenas pela questão do tempo de privação, como também pela questão da perda traumática. Ninguém sabia como alguém como eu iria reagir. Mas, eu acho que reagi melhor que a maioria haha de fato, foi algo que merecia ser avaliado. E eu acho que o acompanhamento deveria ser posterior a cirurgia tb! Beijiinhos

    • Eles comentaram seu caso e disseram que foi um risco muito grande. Que bom que deu certo!! Sim é importante fazer um acompanhamento, mas acho que não tem estado nas prioridades dos serviços de saúde. Uma pena.

    • Lak Lobato disse:

      Tenho certeza absoluta que hoje deve ser um dos maiores casos de orgulho de apostar altissimo que eles tem hahaha

  4. Libi disse:

    Acho que o psicólogo deve ter a mente aberta e não se basear apenas em teoria. Tal fato, aparentemente, a maioria não teve eventos traumáticos em suas vidas e nem vivência sobre a surdez ou qualquer trauma que o paciente apresenta. Lamentável de estarmos em um mundo que poucos tem empatia pelo outro ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emoticons Smile Grin Sad Surprised Shocked Cool Mad Razz Neutral Wink Red Face Cry Evil Twisted