Usando (ou não) o implante coclear na praia ou na piscina

verao 2O verão está chegando e aquela vontade de se atirar na água fria vem chegando junto. Porém, você é um candidato ao Implante Coclear e tem milhares de dúvidas de como será sua vida aquática à partir de agora.

A primeira coisa que você precisa saber: independentemente de qual o aparelho de IC que você venha a usar, a parte interna do IC não te impede de ir à praia e tampouco se banhar numa piscina ou cachoeira. Com o IC, sua vida será a mesma de antes.

Porém, a parte externa, já é outra conversa…

Há modelos que são totalmente à prova d’água, modelos que são resistentes a água, mas que necessitam de case de proteção. E modelos totalmente incompatíveis a água e que você só poderá se aventurar sem a parte externa.

Supondo que seu modelo seja o Neptune da Advanced Bionics que é à prova d’água, remova o controlador e use a tampinha própria para mergulho e  divirta-se.

Supondo que seu modelo seja resistente à água e que você precisa do case, como por exemplo, é o caso dos Nucleus 5 e 6 da Cochlear, do Naída da AB e do Rondo (em breve do Opus também), da MedEl. Simples, compre o case e use de acordo com as regras do fabricante.

Supondo que seu modelo seja algum incompatível com água e não disponha de case de proteção, deixe o aparelho em casa ou no hotel, e vá curtir o verão usando todos os seus quatro sentidos restantes. Falta de um aparelho não impede ninguém de aproveitar a vida ao máximo!

Para os aparelhos que permitem ser usados na água, com ou sem case de proteção, na piscina não tem muitos segredos. A única coisa importante é prender bem o aparelho da maneira que for possível, para que ele não saia boiando para longe de você.

Porém, como prender?

Através de algum acessório que tenha vindo com o aparelho/case, tal como a braçadeira ou o fio de nylon. Ou usando uma toca de natação, que prende o aparelho junto à cabeça. Ou usando uma faixa que segure bem na cabeça. E divirta-se.

Já na praia, o risco é um pouco maior, porque mar costuma ter ondas. E ondas tem força suficiente para arrastar navios, que dizer de levar um aparelho preso na cabeça?

Se a praia é bem tranquila, siga as mesmas regras da piscina.

Se a praia tem ondas fortes, observe bem se vale a pena entrar na água com o aparelho, mesmo com ele preso. Já houve casos relatados do mar levar o aparelho de pessoas que entraram na água sem se preocupar muito com a condição do mar e o aparelho foi arrastado pela força das águas. Já pensou?

E tome cuidado para não entrar areia no seu processador ou no case.

O sol em excesso também não faz muito bem para nossos amados processadores auditivos. Portanto, sempre que possível, deixe o aparelho na sombra. Alias, o sol também não faz bem pra pele, então evite os horários de sol forte e abuse do filtro solar.

E, no final do dia, não esqueça de passar uma água doce no aparelho ou no case, para tirar resíduo de sal.
E a dica de ouro: deixe o IC no desumidificador durante a noite e aproveite ao máximo o dia seguinte.

Desejo a todos um delicioso e sonoro verão, da forma que seu implante permitir. E, lembre-se: um pouquinho de cuidado com o seu aparelho não faz mal e ainda mantém seu companheiro-sonoro ativo por muito tempo!

Beijinhos sonoros,

Lak

 

5 palpites

  1. uma graça a ilustração…

  2. Como sempre, Lak Lobato, pontuando assuntos do momento!!!
    Muito bom o texto!!!
    E viva o verão!

  3. Parabéns Lak Lobato, por deixar todos os implantados informados…. Amei….

  4. Lina Meira Lina Meira disse:

    Fui com o Leo na praia
    Ele não aceita nem.ficar na beirada do mar com o ics… Lidei pra ele ficar pra poder ouvir o som do mar.. Kkkk
    Não quis, disse que ia estragar o PAPAPA dele, kk

  5. Greice disse:

    Obrigada pelas dicas.
    Colocarei em prática em alguns dias.
    😁😘